24 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Pastor RR Soares é acusado de estelionato em plena pandemia

MPF investiga a venda da água milagrosa contra o Covid-19

RR Soares: venda da água milagrosa gera denúncia do MPF

Depois da semente do feijão milagroso, à venda por até R$ 1 mil, oferecido como a cura para o coronavírus pelo pastor Waldemiro Santiago, da Igreja Mundial, o Ministério Público Federal decidiu oferecer denúncia também contra o Pastos RR Soares por vender uma “água milagrosa”, também para cura do Covid-19.

O MPF anexa na ação vídeos do programa “SOS da Fé”, onde o pastor Romildo Ribeiro Soares, mais conhecido como R. R. Soares, tem anunciado ao fiéis que a água “consagrada” por ele em ritual vai curar os doentes vítimas do novo coronavírus.

De acordo com o pastor, uma oração feita por ele, somada à ingestão do copo de água consagrada, tem propriedades “milagrosas”. Para que os seguidores tenham a um vidrinho de água, o R.R. Soares cobra, antes, doações aos fiéis, segundo revelou o UOL.

Num dos vídeos, as assistentes do programa reproduzem relatos de supostos curados pela oração e a água milagrosa em diferentes locais do país. R. R. Soares criou um placar no qual mostra os curados pelo ritual.

De acordo com o Ministério Público Federal, Soares  será acusado de estelionato e prática de charlatanismo, entre outras contravenções.

3 Comments

  • Avatar Kamilly

    Acho um total desrespeito,essa matéria,eu participo do ministério,e em momento algum,venderam água para cura do covid,e sim quem assiste o programa em um ato de fé,pega água da sua própria casa,e consagra ao Senhor, NÃO É PELA “ÁGUA MILAGROSA ” QUE A PESSOA SERÁ CURADA E SIM PELA FÉ

  • Avatar Neto

    Que matéria mais absurda. Não estou defendendo ele. Agora impedir as pessoas de usarem por exemplo a água em suas crenças o que tem de errado?

Comments are closed.