26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Renan Filho e outros 12 governadores assinam carta em defesa do STF

Nota diz que o tribunal vem sofrendo “constantes ameaças e agressões” e que o Estado democrático de direito só existe graças ao poder Judiciário

Governadores de 13 estados e do Distrito Federal, entre ele Renan Filho, de Alagoas, assinaram uma nota pública para manifestar solidariedade ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A nota diz que o tribunal vem sofrendo “constantes ameaças e agressões” e que o Estado democrático de direito só existe com um poder Judiciário livre e independente.

Leia mais: Bolsonaro quer o impeachment dos ministros Moraes e Barroso
Veja os 7 inquéritos no STF e TSE que tem como alvo Bolsonaro e seu entorno

Apesar do contexto óbvio, em nenhum momento eles citam especificamente os ataques do presidente Jair Bolsonaro contra o STF e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os governadores que assinaram a nota em favor do STF são:

  • Renan Filho – Alagoas
  • Waldez Goés – Amapá
  • Rui Costa – Bahia
  • Camilo Santana -Ceará
  • Ibaneis Rocha – Distrito Federal
  • Renato Casagrande – Espírito Santo
  • Flávio Dino – Maranhão
  • João Azevêdo – Paraíba
  • Paulo Câmara – Pernambuco
  • Wellington Dias – Piauí
  • Fátima Bezerra – Rio Grande do Norte
  • Eduardo Leite – Rio Grande do Sul
  • João Doria – São Paulo
  • Belivaldo Chagas – Sergipe

Confira a nota na íntegra:

Nota pública dos governadores em solidariedade ao Supremo Tribunal Federal

Os Governadores, que assinam ao final, manifestam a sua solidariedade ao Supremo Tribunal Federal, aos seus ministros e às suas famílias, em face de constantes ameaças e agressões.

O Estado Democrático de Direito só existe com Judiciário independente, livre para decidir de acordo com a Constituição e com as leis.

No âmbito dos nossos Estados, tudo faremos para ajudar a preservar a dignidade e a integridade do Poder Judiciário.

Renovamos o chamamento à serenidade e à paz que a nossa Nação tanto necessita.

Brasília, 15 de agosto de 2021.