6 de março de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Silveira, arrependido, pede desculpas e Arthur Lira sai fortalecido na Câmara

Presidente da Câmara diz que nenhuma inviolabilidade pode ser usada para atacar a democracia

Daniel Silveira “fala fino” e pede desculpas; Arthur Lira diz que primeiro a democracia

Preso e vai continuar assim, o deputado bolsonarista Daniel Silveira “falou fino” na votação da Câmara que decidiu pela manutenção da prisão dele.

Ele pediu desculpas aos ministros do Supremo Tribunal Federal e aos colegas parlamentares e se disse arrependido do que falou sobre a corte e seus membros.

A arrogância costumeira foi deixada de lado e o valentão, que berrava para quem quisesse ouvir e seguir, deu meia volta volver e saiu menor desse episódio, cuja quebra de braço disse que iria vencer.

Mas, nem seu Jair, o patrão, fez sua defesa.

Quem saiu fortalecido, sem dúvidas, foi o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Não só viabilizou 364 votos para manter na prisão o parlamentar idiota, como ainda deu uma declaração forte em defesa da democracia e das instituições.

Disse ele em tom duro:

– Sou ferrenhamente defensor da inviolabilidade do exercício da atividade parlamentar, mas, acima de todas as inviolabilidades, está a inviolabilidade da democracia. Nenhuma inviolabilidade pode ser usada para violar a mais sagrada das inviolabilidades.

Agora o deputado boquirroto deve responder pelos seus atos no Conselho de Ética da Câmara.

Como o placar não anda favorável, ele vai ficar quietinho.

Pianinho…