28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Policia

SSP cumpre 21 mandados contra tráfico de drogas em Arapiraca

Operação “Mercador” confronta grande fluxo na comercialização de drogas ilícitas que as organizações criminosas desempenhavam na região

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) coordenou, nesta terça-feira (01), uma operação integrada entre as Polícias Civil e Militar com o objetivo de prender integrantes de uma organização criminosa especializada no tráfico de drogas. Ao todo, são cumpridos 11 mandados de prisão e 10 de busca e apreensão em Arapiraca.

A operação foi denominada Mercador e é fruto de um trabalho investigativo realizado pela Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), da Polícia Civil, que foi realizada de forma integrada com o 3º Batalhão da Polícia Militar.

As investigações realizadas constataram que duas organizações criminosas estavam vinculadas e traficavam drogas, principalmente nos bairros Brasília e Centro.

Um fato que chamou a atenção dos investigadores foi que alguns estabelecimentos comerciais, como depósitos de bebidas e bares, funcionavam na verdade de fachada para o comércio ilícito de drogas nos bairros citados acima.

Com base em provas técnicas, a DEIC realizou a representação dos mandados, que foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

O nome da Operação “Mercador” deriva do substantivo da língua portuguesa que significa pessoa que trata ou comercializa gêneros negociáveis, ou seja, bens ou mercadorias.

Com base nessa terminologia, o nome da operação visa retratar o grande fluxo na comercialização de drogas ilícitas que as organizações criminosas desempenhavam na região.

Efetivo participante

Para o cumprimento dos mandados, foram empregados militares do 3º Batalhão de Polícia Militar, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) e Grupamento Aéreo da SSP.

A Polícia Civil empregou agentes da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), da 4ª Delegacia Regional de Arapiraca e do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (TIGRE). A operação ainda teve a contribuição dos de policiais penais da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (SERIS).

A população é grande parceira das forças de segurança no combate ao crime em Alagoas e pode contribuir com o trabalho das polícias realizando denúncias sobre homicídios, tráfico de drogas, roubos, organizações criminosas e outros crimes por meio do Disque Denúncia. As informações podem ser repassadas, de forma anônima e gratuita, por meio de ligações para o 181.