29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Ato falho: Líder de Bolsonaro fala na CPI que ‘governo comprou mais de 100 milhões de votos’

Escapada de Fernando Bezerra enquanto falava de vacinas aconteceu durante depoimento do coronel Marcelo Blanco

Durante mais um momento de ânimos exaltados, com os senadores governistas tentando defender o Ministério da Saúde e o presidente Jair Bolsonaro, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), e outro integrante da tropa de choque, Marcos Rogério (DEM-RO), tentaram desmetir o óbvio fato de que o presidente dificultou a compra de vacinas.

A oposição e demais senadores sensatos lembram o longo silêncio que a Pfizer recebeu, assim como a recusa em compra da Coronavac. E enquanto os governistas tentavam elogiar o governo Bolsonaro, o líder Bezerra deixou escapar: “comprou mais de 100 milhões de votos”.

Logo depois, ele se corrigiu. Na CPI, a oposição fez também questão de se lembrar que Bolsonaro disse estar sentado em um cheque de R$ 20 bilhões, mas que Brasil era um grande mercado e que laboratórios é que deveriam nos procurar.

Leia mais: Para Bolsonaro, Brasil é um grande mercado e laboratórios é que devem procurá-lo