22 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Bares e restaurantes de Maceió passam a exigir cartão de vacinação

Para evitar novos fechamentos em futuros decretos, associação entra em comum acordo de segurança sanitária contra a Covid-19

Foto: Cláudia Leite/ Ascom Semtel

Sendo um dos setores mais atingidos financeiramente durante a pandemia, bares e restaurantes de Maceió agora agem para evitar novos fechamentos. E uma importante medida passa a ser o comprovante de vacinação contra Covid-19 para entrada de clientes.

A medida começou a valer na quinta-feira (13) e é uma recomendação conjunta da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Alagoas (Abrasel-AL), da Prefeitura e do Governo do Estado.

De início, a recomendação tem como principal foco estabelecimentos com música ao vivo, mas qualquer outro também pode adotar a medida. Até o momento, não há uma regra que prevê punição aos empresários que não exigirem o comprovante.

A Prefeitura de Maceió já decidiu fiscalizar exigência do uso da máscara, limitar público em shows e eventos, entre outras ações contra a doença. Essas regras, porém, têm caráter educativo, foram definidas por meio de um acordo entre as partes, sem decreto ou lei municipal exigindo o cumprimento delas, embora a prefeitura afirme que vai fiscalizá-las.

Entre as medidas estabelecidas para o setor estão:

  • exigir a carteira de vacinação contra Covid para que o cliente possa entrar no estabelecimento
  • respeitar o limite de capacidade do local
  • proibir pessoas em pé ou dançando no salão, sobretudo nos locais de música ao vivo
  • formular texto para que os cantores leiam orientações aos clientes dos protocolos sanitários durante os shows em bares, restaurantes e afins
  • orientar funcionários sobre protocolos e exigência do uso de máscara
  • expor em locais visíveis o selo “estamos todos vacinados”.