25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Bolsonaro diz que general Mourão também está querendo “um beijinho”, ao desistir da vice

Renegado como vice por Bolsonaro, Mourão deve ser candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul

Bolsonaro diz em solenidade que vice também está querendo um “beijinho”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou nesta sexta-feira (11/2) do evento de contratação de pessoas com deficiência pela Caixa Econômica Federal, ocorrido no Palácio do Planalto. Momentos antes de discursar, a primeira-dama, Michelle, que havia acabado de fazer uso da palavra, cumprimentou os presentes no palco e deu um beijo na boca do marido. Em seguida, ao seguir para discursar, Bolsonaro disse que o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), presente no ato,  também merecia um “beijinho”.

“Acho que o Mourão está querendo um beijinho também. Você também merece, Mourão”, gargalhou, sendo rebatido pelo general, que riu e fez um gesto negativo balançando o indicador.
A fala do presidente ocorreu pouco após o vice ter afirmado a jornalistas, na chegada ao Planalto, que disputará o cargo de senador pelo Rio Grande do Sul, estado onde nasceu. Logo, não estará na chapa pela reeleição de Bolsonaro este ano.
O vice-presidente usava uma máscara com a bandeira do Rio Grande do Sul e foi questionado se o símbolo era um indicativo de que concorreria ao Senado pelo estado. “Lógico, né”, respondeu.
“O senador Flávio (Bolsonaro) andou falando por aí [que sou candidato ao Senado]”, afirmou, acrescentando que sua decisão “será comunicada brevemente”. Ele ressaltou, contudo, que ainda não escolheu uma sigla: “Agora é só uma questão de partido”.

A composição na disputa, segundo o general, dependerá ainda de quem concorrerá como candidato a governador. “Tem dois pré-candidatos do nosso campo. Onyx (Lorenzoni) e (Luiz Carlos) Heinze. Vamos aguardar para ver o que vai sair disso aí”, concluiu.