27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Com Enem próximo, mais 13 coordenadores do Inep pedem demissão

Pedido de forma coletiva é uma medida para pressionar a saída do atual presidente do órgão, Danilo Dupas

Danilo Dupas Ribeiro – Presidente do Inep

Treze coordenadores do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que trabalham em áreas ligadas ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), pediram exoneração de seus cargos nesta segunda (8).

Os pedidos de demissão acontecem de forma coletiva como uma medida para pressionar a saída do atual presidente do órgão, Danilo Dupas. O Inep é um órgão ligado ao MEC (Ministério da Educação) e é responsável pelo Enem e por outros estudos e avaliações da educação.

O grupo que pediu exoneração hoje enviou uma carta aos diretores do Inep justificando a entrega dos cargos citando a “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima do Inep”.

“Não se trata de posição ideológica ou de cunho sindical. A despeito das dificuldades relatadas, reafirmo o compromisso com a sociedade de manter empenho com as atividades técnicas relacionadas às metas institucionais estabelecidas em 2021”. Trecho da carta assinada por servidores públicos federais.

Os pedidos acontecem por discordância das decisões do atual presidente do Inep, Danilo Dupas, que não são consideradas de caráter técnico, e por supostos casos de assédio moral. Outras demissões devem acontecer nos próximos dias.

“O medo é a tônica”, diz o texto divulgado pela Assinep. Os servidores também questionam o fato de Dupas tentar não se responsabilizar por possíveis falhas no Enem e em outros processos do órgão.

Dupas é o quarto presidente a assumir o órgão desde o início do governo Bolsonaro, em 2019, e tem sido um dos mais criticados. Todos que passaram pelo Inep durante essa gestão não tinham experiência na área — o que não aconteceu nos governos anteriores.

O Enem acontece em 21 e 28 de novembro. A prova está pronta, mas as mudanças podem atrapalhar os processos que acontecem após aplicação do exame e o cronograma para a edição de 2022, que deveria começar a ser feito nas próximas semanas.