20 de janeiro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Comitê do Consórcio Nordeste vê ‘catástrofe sem precedentes’ com o fim do distanciamento social

Suécia foi dada como exemplo: ao contrário da Dinamarca e Noruega, ele foi o único escandinavo a não praticar o distanciamento casos explodiram

O Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Consórcio Nordeste, a partir dos trabalhos e relatórios de seus subcomitês recomenda que o distanciamento social não acabe abruptamente.

O Comitê reitera, sem qualquer hesitação, a necessidade de se manter e ampliar significativamente os atuais níveis de distanciamento social sob pena de termos uma catástrofe humanitária sem precedentes na história do Brasil.

Como exemplo, vale enfatizar o caso da Suécia, descrita no gráfico abaixo, que, ao contrário de seus vizinhos da região da Escandinávia, não adotou medidas de distanciamento social no início da pandemia. Como consequência, a Suécia hoje apresenta um número de óbitos oito vezes maior que Dinamarca e Noruega.

Vale citar, também, a eficiência do isolamento social praticado no Estado do Ceará que, mesmo profundamente acometido pela pandemia, tem conseguido uma boa gestão desse enfrentamento com medidas de distanciamento social bastante severas. Segue demonstrativo abaixo.

Além disso, o Comitê recomenda a implementação de um programa de desinfecção de lugares públicos, de veículos de carga e de veículos de passeio por meio de processo de sanitização preventiva em pontos da cidade com maior circulação pública, com adoção de cuidados específicos para não submeter as pessoas aos efeitos adversos de produtos químicos.

Vacina

A rotina de vida como conhecemos pode tardar a voltar. Esta também é a conclusão de um estudo Universidade de Harvard, publicado no dia 14 de abril, na revista científica Science, que afirma que medidas de distanciamento social podem ser necessárias de forma intermitente até 2022

Isso caso não ocorra uma descoberta de vacina antes deste prazo. A medida teria como função conter o dramático impacto da pandemia em sistemas de saúde.

Veja o relatório completo clicando aqui: Boletim nº 5 Comitê Cientifíco do Consórcio dos Governadores do NE

Comitê científico do Nordeste

Coordenação: Miguel Nicolelis e Sergio M. Rezende.

Membros: Adélia Carvalho de Melo Pinheiro (BA); Antônio Silva Lima Neto (CE); José Noronha (PI); Ricardo Valentim (RN); Luiz Cláudio Arraes de Alencar (PE); Sinval Brandão Filho (PE); Marco Aurélio Góes (SE) Marcos Pacheco (MA); Maurício Lima Barreto (BA); Priscilla Karen de Oliveira Sá (PB); Roberto Badaró (BA); e Fábio Guedes Gomes (AL).