26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Notícias

Cultura Afro é pauta de mais uma roda de conversa do Tambor Falante

Evento acontece na tarde desta quinta-feira (9), no Teatro de Arena

Salete Bernardo: Foto assessoria

Com o tema “Cultura Afro: Desafios e Resistência”, o Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô realiza, nesta quinta-feira (09), às 16hs, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso – Centro, mais uma edição do Projeto Tambor Falante. Desta vez, serão facilitadores o babalorixá Marco Antônio de Campos, presidente da Associação Patacuri, e Salete Bernardo, relações públicas e empreendedora cultural da Dagô Produções. O objetivo é reunir fazedores da cultura afro, artistas afrodescendentes, admiradores e apoiadores, militantes do movimento negro e a sociedade em geral para um bate-papo sobre o quanto a cultura negra é importante para a formação do nosso povo e quais os desafios que ainda enfrenta por aqui em várias esferas sociais.

“Esse é o segundo de uma série de 05 debates que estamos realizando envolvendo temas fundamentais para o desenvolvimento da população negra em Alagoas, e que estão presentes no cotidiano do nosso povo”, destacou o coordenador geral do Anajô, Benedito Jorge da Silva Filho. A realização das atividades, segundo ele, também visa divulgar e dialogar com o público sobre a sexta edição do Projeto Vamos Subir a Serra, que vem se consagrando no maior evento afro-cultural do norte e nordeste, em celebração ao 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

O Tambor Falante é um dos vários projetos do Anajô, que nasceu de uma parceria com a Comissão de Jornalistas pela igualdade Racial (COJIRA-AL) e a Pastoral da Negritude da Igreja Batista do Pinheiro, como um espaço de debate entre malungos (companheiros de luta) sobre temas variados que impactam a vida da população negra. Inicialmente realizados nas tardes de sábado, em espaços bem informais, como barzinhos, mas discutindo assuntos muito caros sobre a realidade do povo negro, e propondo estratégias de luta buscando a transformação.

A edição desta quinta-feira (dia 09) conta com o apoio da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal.) Nas próximas edições do Tambor Falante, serão debatidos temas como Redes Sociais e Afro-empreendedorismo, Capoeira – Do reconhecimento como patrimônio cultural à inclusão no sistema educacional, além de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional – Luta contra a fome. Uma oportunidade para se discutir em profundidade as causas da fome, suas consequências, e, principalmente, quais são as soluções emergenciais e estruturais para se tirar de vez este flagelo da nossa realidade.

 

 

Serviço:

O quê: Tambor Falante: Cultura afro – Desafios e Resistência

Quando: Dia 09 de junho (quinta-feira), às 16hs