27 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Expresso

Feira de Adoção da Prefeitura de Maceió leva cães e gatos para Rua Aberta

Gabinete da Causa Animal e UVZ incentivam a adoção responsável

Feira de Adoção da Prefeitura de Maceió leva cães e gatos para Rua Aberta no domingo (29)
As equipes municipais passam todas as orientações para os novos tutores assegurando as adoções responsáveis. Foto: Célio Júnior / Secom Maceió
O Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA) vai realizar neste domingo (29), das 8h às 16h, mais uma Feira de Adoção na Rua Aberta, na orla de Ponta Verde. A ação será executada em parceria com a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ).

Além dos cães e gatos disponíveis para adoção, a equipe da UVZ também vai aplicar doses de vacina antirrábica nos pets que forem levados para a feira com os tutores.

Os visitantes da feira, interessados em adotar um pet, recebem orientações da equipe sobre a adoção responsável para assegurar a proteção da vida desses animais. A coordenadora do Gabinete da Causa Animal, Marcella Soares, falou sobre a importância de incentivar a adoção responsável no Município.

“Desde o início das feiras já conseguimos assegurar cerca de 150 adoções responsáveis, é um número expressivo, mas todos os dias temos novas demandas de animais que estão em situação de abandono e por isso continuamos desenvolvendo esse trabalho, para tentar dar uma nova oportunidade para esses cães e gatos. Sendo assim, queremos convidar a população para visitar a feira e quem puder acolher com muito carinho algum dos animais”.

A população tem a oportunidade de acolher cães e gatos nas Feiras de Adoção. Foto: Ascom GGI Causa Animal

A coordenação do Gabinete também pontua que todos os animais que são levados para participar das feiras estão saudáveis, pois passam por avaliação da equipe de médicos veterinários.

Os animais adultos que são adotados passam por procedimentos de castração, vacinação, vermifugação, além da testagem para leishmaniose.

Já os filhotes passam por prévia avaliação médico veterinária e as pessoas que adotam recebem orientações sobre quando poderão levá-los à UVZ para receber a vacinação antirrábica e realizar a castração. O animal adotado recebe um chip de identificação que permite identificar o responsável em caso de abandono.

Para adotar

Para adotar um animal, a pessoa deve ser maior de 18 anos, precisa apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência, além de assinar um termo se responsabilizando pelo cuidado com o animal que está adotando.