20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Inep realiza primeiro Enem digital com problemas: “Todo processo inédito tem obstáculos”

Abstenção foi de 68,1% e dentre os inscritos, diversos sofreram problemas com o servidor e não realizaram o exame

A aplicação da primeira prova digital do Enem neste domingo foi marcada por problemas no sistema desenvolvido, que não funcionou corretamente em muitos computadores.

Muitos alunos relataram terem de esperar por horas para que o problema fosse resolvido até serem dispensados e orientados a reagendar o exame.

E em entrevista coletiva após as provas, Alexandre Lopes, presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) assumiu os erros mas minimizou a questão tratando-os como “empecilhos”.

“Tivemos alguns problemas? Tivemos. Mas todo projeto inédito está sujeito a obstáculos e empecilhos”. Alexandre Lopes, presidente do Inep.

Os alunos prejudicados hoje poderão fazer a prova no domingo que vem, com a possibilidade de pedido de reaplicação apenas do primeiro dia de provas ou de ambos os dois dias.

Os estudantes poderão refazer a prova na próxima semana ou optar por fazer a reaplicação nos dias 23 e 24 de fevereiro no formato impresso.

Dos mais de 93 mil inscritos, 31,9% de fato realizaram o exame, com abstenção de 68,1%, o que equivale a cerca de 58,5 mil alunos.

Futuro

A projeção é que, até 2026, as provas impressas sejam substituídas pela versão digital. O Enem digital foi aplicado em 1.028 locais de prova em 104 municípios. Para a aplicação do exame, explica, foram necessários 93 mil computadores que foram todas inventariadas há alguns meses e novamente hoje pela manhã.