29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Pediatria do HGE não suporta chuva: quem sabe qual foi o material usado na reforma?

Hoje pela manhã, mais um transtorno para mães e pais de crianças, que foram transferidas às pressas do local alagado.

Imagem encaminhada por internauta mostra situação vivenciada hoje pela pela manhã no HGE.

(*) Por Graça Carvalho

Correria na Pediatria do Hospital Geral do Estado hoje pela manhã, por conta das fortes chuvas. Mães e pais de crianças internadas na ala da Pediatria foram transferidas às pressas do local, que alagou. Imagens e um vídeo que circulam na Internet dão a impressão de que o teto foi bastante afetado. E essa não é a primeira vez, segundo funcionários da unidade, que preferiram não se identificar.

De fato, essa notícia de alagamento no HGE já está ficando batida. Em dezembro do ano passado, o próprio Governo do Estado, quando entregou as obras de reforma do HGE lembrou dos transtornos provocados pelas chuvas de maio daquele mesmo ano e anunciou à imprensa terem sido realizadas adequações estruturais reforçar toda a cobertura, a climatização e a segurança do local.

Basta ver as imagens e o vídeo que estão circulando hoje nas redes sociais para se ter uma ideia da situação. Muita água jorrando do teto e até do sistema de iluminação. O ÉAssim tentou levantar quantos pacientes e acompanhantes foram afetados pelo problema desta vez, mas a Direção do Hospital Geral do Estado apenas se pronunciou por meio de nota oficial.  Contudo, não esclareceu ainda por qual motivo, após uma reforma tão recente, um novo episódio desse tipo ocorreu. Qual terá sido o material usado? Segue a nota.

“Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) esclarece que as fortes chuvas que castigam Maceió neste domingo (22), e que afetam diversos prédios, inclusive privados, ocasionaram, de forma pontual, vazamentos na pediatria do Hospital Geral do Estado (HGE), não interferindo na rotina dos demais setores.

Acrescenta que o Serviço de Engenharia está mobilizado para resolver a questão, no intuito de evitar transtornos e manter a excelência no atendimento do maior hospital do Estado.

A gerência do HGE informa que as crianças, acompanhantes e servidores unicamente do setor Pediatria estão relocadas em outro espaço, sem comprometer o tratamento e afetar a assistência prestada por nossos qualificados profissionais de saúde.”.