29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió entrega hoje cestas básicas no estacionamento da SMTT

Novo horário de distribuição dos alimentos, das 8h às 14h, vale só para as famílias residentes nos bairros Cidade Universitária e Santos Dumont

Cestas básicas serão entregues no estacionamento da SMTT nesta quarta-feira (19)
Quarta (19), alimentos serão entregues no estacionamento da SMTT. Foto: Ascom Semas
Nesta quarta-feira (19), a Secretaria de Assistência Social de Maceió continua com a distribuição das 21.670 cestas básicas para os beneficiários que informaram o endereço no CadÚnico, até agosto de 2021, referentes aos bairros Cidade Universitária e Santos Dumont. A entrega dos alimentos para essas localidades será feita até a quinta-feira (20), das 8h às 14h, no estacionamento da SMTT, que fica na Avenida Durval de Góes Monteiro, 429, Tabuleiro do Martins.

Para melhorar o fluxo do atendimento, diminuir a fila e atender aos representantes familiares com qualidade, a Assistência Social aumentou a equipe técnica para atender a todos os usuários que têm o direito ao benefício e que estiveram nesta terça-feira (18), no Lar São Domingos.

Equipe da Semas agiliza fluxo de atendimento. Foto: Ascom Semas
Equipe da Semas agiliza fluxo de atendimento. Foto: Ascom Semas

A diretora de Proteção Social Básica, Aline Pedrosa, informa que os servidores de diversos setores desta e de outras diretorias se empenharam em atender ao chamado para agilizar o fluxo da distribuição dos alimentos para as famílias em vulnerabilidade social de Maceió.

“Contamos com o trabalho e o empenho da nossa equipe multiprofissional para acelerar e melhorar a qualidade do atendimento a todas as pessoas beneficiárias e que estão em situação de vulnerabilidade social”, explica Aline.

Cuidados contra a Covid-19 e síndromes gripais. Foto: Ascom Semas
Cuidados contra a Covid-19 e síndromes gripais. Foto: Ascom Semas

Um dos usuários que atestou a melhoria da qualidade do atendimento foi o autônomo Roberto Nascimento, 37 anos. Ele mora no Jacintinho com a esposa e trabalha como vendedor de pipoca, água mineral e refrigerante no ponto de venda em frente ao Cadastro Único, na Serraria. “Foi rápido demais, excelente o atendimento, muito rápido, a Semas está de parabéns. Melhorou bastante o atendimento”, conta.

Roberto Nascimento diz que atendimento foi tranquilo. Foto: Ascom Semas
Roberto Nascimento diz que atendimento foi tranquilo. Foto: Ascom Semas

Já na saída, encostada no muro do Lar São Domingos, a auxiliar de serviços gerais, Tatiana Maria dos Santos, 24 anos, teve força suficiente para carregar duas cestas básicas, a dela e a da avó, a dona de casa, Terezinha Maria dos Santos, 57 anos. Elas moram em casas separadas, na Vila Emater, bairro Jacarecica.

Tatiana dos Santos e a avó Terezinha recebem cestas básicas. Foto: Ascom Semas
Tatiana dos Santos e a avó Terezinha recebem cestas básicas. Foto: Ascom Semas

“Foi tranquilo. Foi ótimo. A cesta chegou numa hora importante porque a situação está muito difícil e a oportunidade que a gente tem, recebe de braços abertos”, diz Tatiana. Dona Terezinha destaca que o atendimento foi ótimo e tranquilo. “Todo mundo atendeu as pessoas muito bem e eu agradeço a Deus e o pessoal que doou porque chegou numa boa hora, revela.

A jovem Gleiciely dos Santos, 18 anos, estava sentada no batente com a filhinha de um ano e dois meses, Layla Sofia dos Santos. Elas moram na Grota do Arroz, em Cruz das Almas. “A cesta básica chegou no momento certo porque eu e minha família estamos precisando dos alimentos”, diz.

Gleiciely Santos e a filha Layla. Foto: Ascom Semas
Gleiciely Santos e a filha Layla. Foto: Ascom Semas

A dona de casa Daiana Maria da Silva Santos, 29 anos, está desempregada e para se manter trabalha como catadora de material reciclado. Daiana mora com a filha na Vila Emater, em Jacarecica. Ela enfatiza que a cesta básica recebida é muito importantes para todas as mães de famílias garantirem o alimento dos filhos. “É muito bom ter uma feira assim dentro de casa, principalmente para quem está desempregada. Me sinto muito feliz ter recebido uma feira dessa. Já ajuda demais, a mim e todas as mães de família”, destaca.

Daiana Santos recebe alimentos. Foto: Ascom Semas
Daiana Santos recebe alimentos. Foto: Ascom Semas

Requisitos

A distribuição dos alimentos é feita para as famílias que estão inscritas no CadÚnico desde agosto de 2021, com renda por pessoa, de até R$ 89,00, o que caracteriza a situação de extrema pobreza. O representante familiar deve apresentar um documento de identidade com foto para receber a cesta básica.

Para saber se tem direito ao benefício, ao confirmar sua renda per capita, o usuário pode acessar o meucadunico.cidadania.gov.br/meucadunico ou baixar o aplicativo Meu CadÚnico e ainda entrar em contato pelos números do aplicativo de mensagens (82) 98882-8257 e (82) 98882-8212. Quem não tem acesso à internet, pode também tirar suas dúvidas ligando para o telefone (82) 3312-5924 ou indo a um CRAS mais próximo de seu domicílio, das 8h às 13h.

Cuidados

Todas as recomendações sanitárias previstas no Decreto Municipal, tais como manter o distanciamento social, uso correto da máscara e higienização das mãos com álcool a 70% devem ser seguidas pelos usuários que forem receber as cestas básicas para evitar o contágio da Covid-19 e outras síndromes gripais.

A entrega dos alimentos é financiada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) e deve garantir alimentação às famílias em situação de vulnerabilidade social ainda nesse período de pandemia.