26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Mundo

Próximo debate será virtual, Trump considera ideia ridícula e afirma que não participará

Presidente foi diagnosticado com covid-19, ficou três dias em um hospital e saiu com dificuldades para respirar

A comissão americana que determina as regras dos enfrentamentos da campanha presidencial definiu que o próximo debate entre os candidatos à presidência dos Estados Unidos será feito de forma virtual

Porém, o atual presidente Donald Trump afirmou que não participará do debate por ele ser ser virtual, o que considera “ridículo”. O motivo para a mudança é exatamente por causa de sua recente contaminação pelo novo coronavírus.

“Não vou perder meu tempo com um debate virtual. Não é disso que se trata o debate. Você se senta atrás de um computador e faz um debate, isso é ridículo”. Donald Trump, presidente dos EUA.

Em entrevista ao canal Fox Business, o presidente disse que a comissão estaria “tentando proteger” o seu rival, o democrata Joe Biden. Claro que está. Assim como Biden, a todos os outros envolvidos no processo.

O próximo debate  está marcado para daqui a uma semana, na próxima quinta-feira (15). O primeiro encontro entre os dois foi na semana passada. Três dias depois, Trump confirmou o diagnóstico positivo de infecção. Já Biden não se contaminou.

Atualmente, os Estados Unidos são o país com mais mortes causadas pelo vírus no mundo. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, já são mais de 210 mil vítimas da doença e 7,5 milhões de casos.

Internação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou o Centro Médico Nacional Militar Walter Reed, em Maryland, após receber alta hospitalar.

Diagnosticado com covid-19, ele agora segue com o tratamento na Casa Branca. E foi lá que, de forma midiática, posou para fotos e tentou mostrar que estava tudo bem, como disse em seu Twitter: o republicano pediu que os americanos não temam o novo coronavírus.

O problema é que, claramente, nos minutos que ficou diante das câmera, Trump, obeso e com 74 anos, claramente sofria sinais da doença, que apenas nos EUA já deixou mais de 210 mil mortos nos Estados Unidos.

Ao chegar à sede do governo, Trump subiu a escada e tirou a máscara para bater continência na direção do helicóptero e fazer pose. Mas entre um respiro e outro, precisou fazer força para encher os pulmões. Confira:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.