22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Mundo

Refugiados da Ucrânia são vítimas de tráfico humano na Europa

O alerta foi dado pela Europol que denuncia ação de redes criminosas contra mulheres e crianças nas regiões fronteiriças

Vítimas da guerra, mulheres ucranianas estão mais vulneráveis e estão expostas ao risco.

A Agência da União Europeia para a Cooperação Policial (Europol) alertou nesta segunda-feira, 21, para o risco que correm os refugiados ucranianos de cair nas redes do tráfico de seres humanos ao chegarem à Uniao Europeia (UE).

“O número de vítimas em potencial que chegam da Ucrânia pode atrair os agressores individuais e oportunistas que se fazem passar por voluntários benevolentes, bem como as redes criminosas especializadas no tráfico de pessoas”, alertou a agência policial europeia.

Segundo a Europol, as áreas mais preocupantes são as fronteiriças, os centros de acolhimento e abrigo e as estações de trem e ônibus.

O leste europeu tem sido uma região-chave de origem das vítimas do tráfico de pessoas exploradas na UE, e é o local de origem de muitas das redes criminosas, segundo a Europol. A maioria das pessoas que fogem da Ucrânia são mulheres, crianças e pessoas vulneráveis expostas ao risco de exploração sexual.

“Os países que acolhem refugiados da Ucrânia devem estar atentos às indicações ou às tentativas de captação de potenciais vítimas do tráfico de seres humanos”, assinalou a Europol.

Cerca de 3,5 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde o começo da invasão russa, segundo dados da ONU divulgados nesta segunda-feira.