26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Notícias

Senai Alagoas entra na ‘guerra’ contra o coronavírus

Alem das ações em conjunto com outras instituições das áreas de educação e tecnologia, o Senai desenvolve iniciativas próprias, como um modelo de protetor facial para profissionais de saúde, cuja produção está prestes a ser iniciada.

Protetor facial será produzido em massa e doado a instituições de saúde | Divulgação

Na guerra contra o coronavírus, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Alagoas tem direcionado a experiência de sua equipe técnica e a estrutura do Núcleo de Tecnologia do Plástico (NTPlás), instalado no Tabuleiro do Martins, para projetos e parcerias que visam a proteger a saúde dos alagoanos.

Alem das ações em conjunto com outras instituições das áreas de educação e tecnologia, o Senai desenvolve iniciativas próprias, como um modelo de protetor facial para profissionais de saúde, cuja produção está prestes a ser iniciada, e deve ajudar a minimizar a falta deste produto no mercado, agravada pela pandemia de Covid-19.

Com a adaptação das máquinas do Núcleo, que está em andamento, a ideia é produzir em larga escala. O material será doado a instituições de saúde. “No NTPlás, contamos com centro de usinagem CNC, injetoras, extrusoras, tornos, fresadoras, ou seja, possuímos toda infraestrutura tecnológica para atender às necessidades de processos de fabricação de equipamentos e acessórios, além de contarmos com usinagem convencional e computadorizada”, explica o gerente de Tecnologia do Senai/AL, Welton Barbosa.

Protetor
Em outra ação, técnicos da entidade aperfeiçoam a produção do visor do protetor facial para profissionais da saúde que está sendo fabricado pela equipe da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) com impressoras 3D. O Senai fará os cortes e furos nos visores faciais de acetato que serão integrados ao suporte fabricado pela equipe da universidade.

Álcool em gel
Também numa parceria com a Ufal, a instrutora de Petroquímica do Senai e mestre em Química Industrial, Renata Costa, compõe uma equipe de químicos que está produzindo álcool para suprir as necessidades de hospitais. Ela ainda está levantando todas as informações necessárias para liberar a fabricação de álcool nas dependências do Senai caso seja necessário aumentar a produção.

Respirador mecânico
A equipe que está desenvolvendo um respirador mecânico, formada por integrantes da Unit, Ifal, Exército e Sebrae acionou o Senai para auxiliar na fabricação de conjuntos mecânicos que irão compor o projeto. Durante reunião nesse fim de semana, foi apresentado o protótipo do respirador e apontadas as necessidades e expectativas da equipe com essa parceria.

Nessa segunda-feira, 30, integrantes das entidades estiveram na unidade Senai/Poço, onde conheceram a área de Metalmecânica e identificaram ferramentas e materiais para fabricação de algumas peças do projeto. A equipe do Senai também apontou algumas melhorias no projeto, como mudanças no guia de movimentação do conjunto, com o uso de trilhos de gaveta.