18 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade
Policia

Seris transfere 200 presos de Maceió ligados a facções criminosas para o Agreste

Facções criminosas atuavam dentro do sistema prisional, articulando crimes e recrutando novos membros

Mais de 200 presos que estavam reclusos nas unidades prisionais em Maceió foram transferidos para o Agreste, na manhã desta quinta (30). A operação fez a troca do Complexo Penitenciário de Maceió para o Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano.

Todos os presos, segundo a Seris, possuem ligação com facções criminosas – estas, inclusive, atuavam dentro do sistema prisional, articulando crimes e recrutando novos membros.

São mobilizados 50 policiais penais do Grupamento de Escolta Remoção e Intervenção Tática (Gerit), Chefia Especial de Gestão Penitenciária (CEGP) e Chefia Especial de Unidades Penitenciárias (CEUP), além das polícias Civil e Militar, com o apoio do Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

A transferência é mais uma fase da Operação Nostradamus, que busca sufocar as organizações criminosas e, com isso, evitar o cometimento de ilícitos planejados a partir das unidades prisionais, preservando vidas e garantindo a manutenção da ordem pública e, por conseguinte, a segurança da sociedade alagoana.

“A Polícia Penal do estado de Alagoas continuará agindo no combate as facções criminosas que agem dentro e fora dos presídios”. Policial penal Milton Pereira chefe especial de Gestão Penitenciária.