28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

SSP realiza exercício simulado de resposta após múltiplas ações criminosas em Alagoas

É a primeira vez que um Plano de Defesa desta natureza será feito no estado

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP) realizará, no próximo dia 25 de março, a execução de exercício simulado do Plano de Defesa.

A ação irá simular um ataque a banco durante uma tentativa de domínio de cidades. Esta é a primeira vez que um Plano de Defesa desta natureza será feito no estado.

O Plano de Defesa será uma das atividades realizadas dentro do 2º Simpósio Técnico para Análise de Cenários, promovido pela Assessoria Integrada de Inteligência da SSP, em parceria com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da Polícia Militar de Alagoas.

Ao longo do mês de março, o simpósio oferecerá aos profissionais da área de segurança pública de Alagoas e de outros estados conhecimento técnico na atividade de técnicas de análise de cenários e também exercícios práticos como um curso de patrulhamento rural e o exercício simulado do Plano de Defesa.

A ideia de simular na prática um ataque criminoso que foge da normalidade – como é um assalto a banco na modalidade do Novo Cangaço ou Domínio de Cidades – visa capacitar as forças policiais para uma resposta rápida e aceitável frente à ação de organizações criminosas. Estes treinamentos com simulações reais são uma tendência nas polícias em todo o Brasil e será o primeiro a ser executado em Alagoas.

Estarão envolvidos no Plano de Defesa a SSP, BOPE, a Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, a Polícia Federal, instituições bancárias, de transporte de valores e a sociedade civil em geral. O exercício simulado poderá ser acompanhado pela população e a imprensa.

Como será a dinâmica

Entre os dias 21 e 25 de março, os alunos do Simpósio irão vivenciar na prática uma situação onde uma organização criminosa planeja um assalto a banco com reféns e confronto com as polícias. Na madrugada do dia 25, os órgãos de segurança pública serão colocados à prova para conseguir anular a ação criminosa.

Ela acontecerá em Palmeira dos Índios, onde haverá simulação de explosão a agência bancária e na sequência, o exercício simulado segue em Arapiraca, onde haverá simulação de explosão em uma agência bancária com reféns e também uma tentativa de invasão do Serviço Reservado de Tesouraria (Seret).

As duas cidades foram escolhidas pela localização estratégica no Agreste e a ligação com o Sertão e outros estados vizinhos. Também foi levado em consideração o fato de estar sediado em Arapiraca o Seret, responsável pela distribuição de valores bancários para todo o interior de Alagoas.

A dinâmica foi pensada desta forma visando capacitar de forma técnica todos os integrantes das forças de segurança e órgãos afins do estado. O Plano de Defesa será documentado para que em caso de necessidade, seja acionado e consiga direcionar passo a passo todas as ações que devem ser executadas pelos atores envolvidos.

A atividade também é importante, pois vai orientar a população em geral, instituições financeiras e a iniciativa privada para os procedimentos que devem ser adotados ao se notar qualquer movimentação suspeita de grupos criminosos na cidade.

Para o secretário da Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, a iniciativa de promoção de um Plano de Defesa possui extrema relevância para as forças de segurança de Alagoas, que contribuirá para especializar nossos policiais em situações que fujam da normalidade.

“É um exercício muito importante para nossas forças de segurança e também para nossa população, que terá a oportunidade de entender na prática que procedimentos adotar em uma situação desta”, disse.