28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Técnicos da Ufal aderem à greve nacional

Categorias se mobilização em todo o país e cobram reajuste salarial, defasado em 5 anos

Foi decidido hoje, após deliberação em assembleia, que técnicos e professores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) vão aderir a um movimento nacional e entrar em grave nesta quarta-feira (23).

Enquanto professores aprovaram uma mobilização de 24 horas, técnicos decidiram aderir por uma de tempo indeterminado.

A decisão pela greve aconteceu justamente no retorno de aula inaugural, depois de meses com alunos sem oportunidade de frequentar as aulas por causa da pandemia.

De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Jailton Lira, os professores devem retomar às atividades normais, com aulas presenciais, até que novas avaliações do estado de mobilização nacional sejam feitas.

De qualquer forma, tudo será decidido depois com uma nova assembleia, que deve acontecer na próxima semana para avaliar a postura dos docentes, de acordo com o andamento das negociações com o governo.

A categoria afirma estar há cinco anos sem reajuste salarial. E o prazo limite para colocar no orçamento alguma proposição de reajuste é 10 de abril. Todas as negociações com o Minstério da Economia não avançaram.