22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Vídeos

Temer admite que houve golpe contra Dilma (mas que não teria participado do mesmo)

Ex-presidente do MDB refuta ser chamado de “golpista”

Em entrevista ao programa Roda Viva, o ex-presidente Michel Temer (MDB) admitiu a existência do golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que passou por um processo de impeachment deflagrado em 2016. Ele, vice da petista na época e que por pouco mais de um ano e meio assumiria a presidência, só não teria se empenhado ou apoiado a derrubada da presidente. E refuta ser chamado de “golpista”.

“Eu jamais apoiei ou fiz empenho pelo golpe. Aliás, muito recentemente, o jornal Folha detectou um telefonema onde o ex-presidente Lula me deu, onde ele pleiteava e depois esteve comigo para trazer o PMDB para impedir o impedimento. E eu tentei, mas a esta altura, eu confesso, que a movimentação popular era tão grande e tão intensa que os partidos já estavam mais ou menos vocacionados para a ideia do impedimento”. Michel Temer (MDB), ex-presidente no Roda Viva.

Confira o programa na íntegra: