29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Vigilância Sanitária interdida dois estabelecimentos e apreende 1.400 kg de alimentos em Maceió

Final de semana contou com fiscalização de mais 80 estabelecimentos na capital

A Vigilância Sanitária segue com os trabalhos de fiscalização nos estabelecimentos de Maceió para garantir a saúde da população. Neste fim de semana, a atuação resultou na interdição de uma panificação, localizada no Farol, e uma avícola, no Tabuleiro do Martins.

Também foram apreendidos cerca de 1.400kg de alimentos impróprios para consumo humano em supermercados, laticínios e frigoríficos das partes alta e baixa da capital.

Nas fiscalizações, que aconteceram sexta-feira (5), sábado (6) e domingo (7), sete equipes percorreram em média 80 estabelecimentos para verificar condições de armazenamento, refrigeração, manipulação, conservação e comercialização dos alimentos.

O coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió, Airton Santos, destacou as inconformidades encontradas nos estabelecimentos interditados pelo órgão neste fim de semana.

“Encontramos uma panificação funcionando em local bastante insalubre, com fezes de roedores, equipamentos inadequados para uso e ausência de alvará sanitário. Já a avícola, apresentava esgoto a céu aberto, funcionários sem equipamentos de proteção individual adequados, ausência de alvará sanitário, dentre outras irregularidades”. Airton Santos, coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió.

Os locais foram notificados, autuados e terão 90 dias para se adequar às normas, podendo receber multa que varia de R$ 180 a R$ 19 mil reais. O valor é estabelecido conforme a gravidade das infrações cometidas.

Entre as apreensões, estão alimentos perecíveis, como carne de boi, linguiça, calabresa, salsicha e queijo, impróprios para consumo A ação contou com a parceria da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), que garantiu segurança às equipes da Vigilância durante as rotas de fiscalização pela cidade.