29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade

Dia: 13 de junho de 2021

Brasil e Venezuela entram em campo neste domingo pela Copa AMÉRICA

Brasil e Venezuela entram em campo neste domingo pela Copa AMÉRICA

Esportes
A polêmica e criticada Copa América começa neste domingo com a seleção brasileira em campo. Após reclamações dos atletas ao torneio, por “razões humanitárias e de cunho profissional”, dos protestos de movimentos sociais no Distrito Federal por conta dos jogos durante o agravamento da pandemia e até a decisão de três patrocinadores de não associar suas marcas à competição, a bola rola com a seleção de Tite enfrentando a Venezuela, às 18h, em Brasília, pelo Grupo B. O técnico manteve o grupo de jogadores convocados para as partidas contra Equador e Paraguai pelas Eliminatórias. Mesmo contrariados, eles decidiram participar da disputa – “somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à seleção brasileira”, disseram em manifesto. Foi feita apenas uma mudança no elenco
Renan Filho e Marcelo Victor ajustam os pontos para a disputa das eleições de 2022

Renan Filho e Marcelo Victor ajustam os pontos para a disputa das eleições de 2022

Blog, Marcelo Firmino, Política
Se antes ser candidato ao Senado Federal era uma dúvida, agora já é uma realidade lastreada nas andanças que o governador Renan Filho (MDB) tem feito pelo interior alagoano. E não anda à toa. Em cada lugar que chega entrega uma obra dentro dos mais diversos programas criados pelo seu governo, apontado pelos aliados como o mais dinâmico da história. Se havia antes o receio de deixar o governo nas mãos do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Victor, por ser ele mais ligado ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), hoje não é mais assim. Marcelo Victor tem visitado mais vezes o Palácio Zumbi dos Palmares e por isso mesmo conseguiu amainar resistências neste sentido. Renan Filho então nada de braçadas livres rumo a construção da candidatura ao Senado, em
Brasil recebe na terça-feira 3 milhões de doses da vacina Janssen dos EUA

Brasil recebe na terça-feira 3 milhões de doses da vacina Janssen dos EUA

Brasil
O Brasil recebe nesta terça-feira, 15, 3 milhões de doses da vacina Janssen, que foram doadas pelo governo dos Estados Unidos, após a aprovação da  agência americana reguladora de medicamentos, a FDA. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial da vacina da Janssen em 31 de março de 2021. A previsão é a de que os imunizantes cheguem nesta terça-feira (15/6) ao Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo. O envio das doses já era aguardado pelo Ministério da Saúde, conforme informou o ministro Marcelo Queiroga em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID no Senado Federal. Em 15 de março de 2021, o país fechou um acordo no qual vai receber 38 milhões de doses desse imunizante, o úni
Candidatos à PGR acusam Aras de atrelar instituição ao governo Bolsonaro e cobram respeito ao MPF

Candidatos à PGR acusam Aras de atrelar instituição ao governo Bolsonaro e cobram respeito ao MPF

Brasil
Os candidatos à lista tríplice da Procuradoria-Geral da República defenderam, ontem, a importância da indicação de um novo chefe da PGR que tenha sido eleito por seus pares. O mandato de Augusto Aras termina em 29 de setembro e, em 2019, por ocasião da eleição para a sucessão de Raquel Dodge, ele não constava da relação elaborada pelos procuradores. Os três subprocuradores-gerais do Ministério Público Federal que concorrem para a integrar a relação — Luiza Frischeisen, Mario Bonsaglia e Nicolao Dino — acusam Aras de atuar em favor do presidente Jair Bolsonaro, contrariando uma das premissas de atuação do órgão, que é a de fiscalizar o Executivo. Para eles, quando alguém de fora da lista é escolhido, há um automático atrelamento da PGR ao Palácio do Planalto. Entretanto, são mínimas as
STF mantém quebra de sigilo de ex-ministros e da Capitã Cloroquina na CPI da Covid-19

STF mantém quebra de sigilo de ex-ministros e da Capitã Cloroquina na CPI da Covid-19

Brasil
Os ministros Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, negaram neste sábado, 12, pedidos para suspender as quebras de sigilos telefônico e telemático aprovadas pela CPI da Covid contra o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, o ex-chefe do Itamaraty Ernesto Araújo e a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como ‘capitã cloroquina’. Os magistrados entenderam que as medidas foram determinadas ‘nos limites dos poderes constitucionais e regimentais’ e ‘no exercício dos poderes instrutórios’ do colegiado. Nas decisões com relação à Pazuello e Mayra, o ministro Ricardo Lewandowski fez ressalvas ‘quanto ao trato dos documentos confidenciais’ e também com relação ‘à proteção de elementos de natureza eminentemente