27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Dia: 4 de novembro de 2021

Prefeitura de Maceió libera pagamentos de mais uma parcela do BEM

Prefeitura de Maceió libera pagamentos de mais uma parcela do BEM

Expresso, Maceió
A Prefeitura de Maceió começa, hoje (4), os pagamentos da quinta parcela do Bolsa Escola Municipal (BEM), o maior programa de transferência de renda com fins educacionais do município. Recebem agora os responsáveis que fazem aniversário em janeiro e fevereiro, e os demais pagamentos ocorrerão até o dia 19 de novembro. Aniversariantes do mês de março e abril recebem já na segunda-feira (08), os de maio e junho na quarta-feira (10), julho e agosto no dia 12 e os de setembro e outubro no dia 17. Por fim, os que fazem aniversário nos meses de novembro e dezembro recebem no dia 19. O valor, que vai de R$ 70 a R$ 300, é depositado via app Caixa Tem e pode ser sacado em casas lotéricas, fazendo uso do documento de identidade do responsável. É possível verificar o status do pagamento por
Tecnologia 5G vai a leilão hoje; entenda aqui os impactos

Tecnologia 5G vai a leilão hoje; entenda aqui os impactos

Brasil
Após anos de pesquisa, articulação e negociação, está marcado para hoje (4) o leilão das frequências que serão usadas na quinta geração de internet móvel, o 5G. Considerado um grande marco tecnológico, o padrão viabiliza inovações dignas de ficção científica: carros autodirigíveis, procedimentos médicos a distância, automação completa de linhas de produção, vigilância e monitoramento de todo o tráfego urbano, além de entretenimento em altíssima qualidade e conectividade semelhante à encontrada em países desenvolvidos. Mas, segundo o Ministério das Comunicações, as inovações do 5G não são apenas melhorias de serviços para uma parcela limitada da sociedade. De acordo com os termos do certame, aprovado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 25 de agosto, o leilão do 5G será re
Moradores acampam na sede da Braskem em protesto pela agilidade nas indenizações

Moradores acampam na sede da Braskem em protesto pela agilidade nas indenizações

Alagoas, Expresso
Os moradores dos quatro bairro atingidos pelo afundamento do solo irão acampar na sede da Braskem, nesta quinta-feira (04). Ainda durante a madrugada, os acessos à empresa foram bloqueados pelos moradores. A proposta é pressionar a empresa para agilizar os pagamentos das indenizações, assim como fazer a realocação das famílias que passam por ilhamento social no Flexal de Cima e Flexal de Baixo. A manifestação foi convocada pelo vereador Francisco Sales e deve reunir famílias dos bairros de Bebedouro, Pinheiro, Mutange, Bom Parto, Flexal de Cima, Flexal de Baixo e Marquês de Abrantes. Enquanto na região do Bebedouro a empresa foi alvo de protestos, desta vez no Pontal da Barra foram montados tendas e veículos estão parados na frente da empresa. O acampamento deve durar dias e e
Fachin bloqueia R$ 1 bilhão da receita de Alagoas com concessão da Casal

Fachin bloqueia R$ 1 bilhão da receita de Alagoas com concessão da Casal

Alagoas
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), acesso do governo do Estado de Alagoas a metade dos R$2 bilhões pagos pela BRK pela outorga dos serviços no contrato de concessão com a BRK Ambiental. Isso porque ele deferiu parcialmente, nesta quarta-feira (3) uma medida cautelar do PSB de Alagoas, do prefeito JHC, para bloquear a utilização de metade dos recursos, depois do ministro Gilmar Mendes pedir vistas e suspender o julgamento. "Ante o exposto, defiro parcialmente a cautelar, ad referendum do Plenário, para determinar ao Estado de Alagoas que deixe de movimentar numerário referente a cinquenta por cento dos valores obtidos com o Contrato de Concessão firmado entre o Estado de Alagoas e a BRK Ambiental, empresa vencedora da concorrência pública 009/202. Apresento
PEC dos Precatórios: Veja como votaram os deputados alagoanos

PEC dos Precatórios: Veja como votaram os deputados alagoanos

Alagoas
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (4) em primeiro turno, por 312 votos a 144, o texto base da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios, que autoriza o governo a gastar mais em ano eleitoral e viabiliza o programa social de Jair Bolsonaro, é mais um motivo de embate entre Câmara e Planalto. Por orientação, PT, MDB, PSB, Podemos, PSOL, Novo, PCdoB, Cidadania e PV declaração voto contrário ao projeto. Os demais partidos concordaram com o texto. Por Alagoas, apenas os deputados Paulão (PT) e Isnaldo Bulhões Jr. (MDB) votaram contra a proposta. Arthur Lira (PP), presidente da casa, não vota: Arthur Lira PP Sim Isnaldo Bulhões Jr. MDB Não Marx Beltrão PSD Sim Paulão PT Não Pedro Vilela PSDB
PEC dos Precatórios passa no 1º turno da Câmara e abre espaço para auxílio de R$ 400

PEC dos Precatórios passa no 1º turno da Câmara e abre espaço para auxílio de R$ 400

Política
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (4) em primeiro turno, por 312 votos a 144, o texto base da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios, que autoriza o governo a gastar mais em ano eleitoral e viabiliza o programa social de Jair Bolsonaro, é mais um motivo de embate entre Câmara e Planalto. A proposta, que já havia passado por comissão especial, abre espaço fiscal de R$ 91,6 bilhões para o governo em 2022, o que viabiliza o lançamento do Auxílio Brasil de R$ 400. A PEC precisa passar ainda por um segundo turno de votação na Câmara antes de ir para o Senado. Leia mais: Bolsonaro abandona PEC dos Precatório e deixa bomba com o centrão Por PEC dos Precatórios, governo ameaça cortar verbas e pede até ajuda do PT O presidente