28 de fevereiro de 2021Informação, independência e credibilidade

Wagner Melo

Wagner Melo é jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal/2000) e pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Cesmac (2010). Possui experiência em assessoria de imprensa, redação publicitária e passagem em veículos como a Gazeta de Alagoas (onde foi revisor, repórter de Cidades e Política e, posteriormente, editor-adjunto de Cidades) e Folha de S. Paulo (colaboração em Alagoas). Também foi repórter na Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) de Maceió e é coautor do livro “Maceió: Perspectivas e Desafios”.

Pandemia: o brasileiro também tem culpa no cartório

Blog, Wagner Melo
Na terra da carteirada, vale tudo. Inclusive aglomerar gente em plena pandemia, se você for qualquer subcelebridade. Por que digo carteirada? Porque essas pessoas têm grana, são famosas e são babadas por um exército de desocupados com a cabeça vazia que se deixam influenciar por quem não tem o mínimo de civilidade. Será que a polícia vai chegar à festa de Neymar da mesma forma que chega aos bailes funk? Já Carlinhos Maia debochou da cara da sociedade. A festa na vila gerou divisão na internet, entre defensores da vida e os pró-cliques deslumbrados. Enquanto o mundo inicia campanhas de vacinação – Israel quer dar fim à pandemia em março –, aqui estamos sem perspectivas. Culpa apenas dos políticos? Não! Eles são escolhidos pelo povo assim como os ídolos nacionais. Quem s

Podia ficar pior? Sim! Tem gente que, literalmente, morre por político

Blog, Wagner Melo
Não é novidade que os tempos atuais são sombrios. O que choca é ver que o fanatismo chegou a um ponto que as pessoas estão morrendo para defender político. Quem não morre, prefere continuar exposto a um vírus fatal, que tem matado até quem tem histórico de atleta e sem distinção de faixa etária. A nadadora paulista Mariana Franklin Ferreira Silva, de apenas 14 anos, que morreu na noite do sábado (19), devido a complicações da Covid-19, não me deixa mentir. O número de casos cresce a cada dia, o avanço foi mais de 300% em Maceió, em um mês apenas, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Alagoas ultrapassou as 100 mil infecções pelo novo coronavírus. É uma realidade cruel e preocupante para ver gente dizendo que não vai se vacinar por orientação de um político sádico, vaid

Se o assédio a Isa Penna ficar impune, fechem a Alesp!

Blog, Wagner Melo
Um menino da 5ª série pede para um coleguinha olhar ele fazendo uma travessura. Ciente de que aquilo é errado, o amiguinho tenta impedir, mas, não consegue. Ele fez a traquinagem e a aula teve que ser interrompida. Silêncio total na sala e o garoto travesso fica com cara de quem soltou pum no elevador e um vizinho entrou em seguida. Esse menino não cresceu, porém, conseguiu se tornar deputado. É o que podemos concluir com o comportamento do deputado estadual por São Paulo Fernando Cury (Cidadania), que passou a mão na deputada Isa Penna, do PSOL. O assédio foi devidamente registrado. Um vídeo mostra que ele teria anunciado o que faria a um colega, que tentou desencorajar. O ato parece que premeditado. Ele chega tocando a deputada no seio direito, que se desvencilha do babão. Para

O vírus só vai embora quando sairmos das trevas

Blog, Wagner Melo
O vírus vai continuar circulando, a vacina apenas vai ajudar na prevenção à Covid-19, que continuará sendo um risco até que se encontre o tratamento a transformá-la numa “gripezinha”. Até lá, se cada um fizesse a sua parte, teríamos menos medo a enfrentar. O problema esta aí. Muita gente deixou de usar máscara e despreza as medidas sanitárias, incentivadas por formadores de opinião irresponsáveis. Já vi negacionista morrendo, provando que o novo coronavírus não faz acepção de pessoas. Num momento delicado, a máquina de desinformação segue a todo vapor. Não adianta mostrar hospitais sem vagas, nem que hospitais estão suspendendo cirurgias por falta de leitos de UTI. Fatos não são aceitos por essa gente. O alto número de pessoas que, segundo pesquisas de opinião, devem se recusar
Peguem o doido, antes que seja tarde demais

Peguem o doido, antes que seja tarde demais

Blog, Wagner Melo
Pessoas com a saúde mental, no Brasil, muito em breve serão tratadas com arrependimento e reza. E isso não é piada. Se Bolsonaro levar adiante o plano denunciado pela revista Época nesse fim de semana, os falsos profetas ficarão mais ricos e poderosos do que nunca. Segundo a reportagem, o governo federal pretende extinguir 100 portarias que garantem programas e serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) na área de saúde mental, o que vai deixar milhares de pessoas desamparadas. A iniciativa privada e, notadamente, as igrejas já esfregam as mãos com a enxurrada de recursos públicos que podem abocanhar. É o governo de direita sendo governo de direita. No caso dos pastores, a situação ainda é mais grave, pois eles terão acesso a pessoas em uma situação de vulnerabilidade do jeit

Roubem os bancos, mas, deixem a democracia

Blog, Wagner Melo
Os dois assaltos a banco com cara de série da Netflix que ocorreram nessa semana no Sul e no Norte do Brasil foram muito estranhos. O gado e os robôs se apressaram em culpar o STF pela barbaridade. Eles citam a recomendação 62/2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que orienta juízes a reverem prisões (de fechada para domiciliar) aos presos do grupo de risco e em final de pena, que não tenham cometido crimes violentos. A medida leva em conta a pandemia de Covid-19. Os androides e animais falam em mais de 32 mil presos liberados. Esta distorção foi desmentida pelo Estadão. Clique aqui para ler. Nem a polícia sabe o nome dos assaltantes, mas os ebós creditam aos presos de baixa periculosidade soltos com a medida a engenharia de crimes tão mirabolantes que estremeceram duas cid

Um pleito ruim para os bandidos bons

Blog, Wagner Melo
O lado bom da eleição foi que os “bandido bom é bandido morto” e os “eu tenho o direito de espancar gays na rua” saíram enfraquecidos. Apesar de que em Recife Little John se uniu aos religiosos e fez uma campanha à moda cristã, cheia de calúnias e difamação, e no Espírito Santo o invasor de hospitais e defensor da gravidez de meninas de dez anos após estupro tenham vencido. Mesmo assim, o eleitor que escolheu o discurso moderado pendeu para a direita. Aquele cidadão que muitas vezes não tem grana para a aspirina ou o dorflex preferiu votar no tiozão ou no jovem nerd neoliberais que querem privatizar o SUS. A consciência de classe é artigo de luxo no Brasil. Vivemos uma alta de preços assustadora, uma dívida pública que se multiplica geometricamente, o desemprego que supera os 14 m

Não agrada ao governo? Pior para os fatos!

Blog, Wagner Melo
“Eu vos digo que o melhor time é o Fluminense. E podem me dizer que os fatos provam o contrário, que eu vos respondo: pior para os fatos”. A paixão de Nelson Rodrigues, autor da frase, pelo maior clube da História do Rio de Janeiro, é algo deveras saudável. A rivalidade no futebol, quando sadia, é divertida e nos faz sair, um pouco, de nossa realidade dura e, muitas vezes, cruel. Quando é na religião e, principalmente, na política, é que a vida se torna amarga. Quer ver? Leiam a frase abaixo: “Eu vos digo que o melhor governo é o Bolsonaro. E podem me dizer que os fatos provam o contrário, que eu vos respondo: pior para os fatos”. Isso mesmo, quando os fatos não são do agrado do líder dos deficientes cognitivos, manipule a realidade, mesmo que isso custe milhares de vidas

Ei, Morgan Freeman, vai…

Blog, Wagner Melo
Aquele vídeo e o card do ator estadunidense Morgan Freeman defendendo a “consciência humana” está para o Dia da Consciência Negra assim como aquela versão da música de John Lennon na voz de Simone está para o Natal. Sempre tem um tiozão ou tiazona retardados ou jovens alienados compartilhando essas mazelas nessas épocas específicas, como se ser um racista velado fosse a coisa mais linda do mundo. Desde que os negros foram libertados da escravidão nas fazendas e jogados na prisão da pobreza e do abandono, os números não nos deixam mentir. Este país é injusto e desigual. Mesmo assim, há quem grite contra as reparações históricas. Por exemplo, 71 das pessoas que perderam o emprego nessa pandemia são negras, segundo estudo do Dieese. Se formos analisar os outros índices sociais e econ

A tempestade está passando? Espero que sim!

Blog, Wagner Melo
Quem defende a democracia e a liberdade não pode dormir um minuto. O crime organizado não vacila em suas tentativas de se perpetuar no poder. É clara a tentativa de tentar deslegitimar o nosso processo eleitoral, isso com dois anos de antecedência. O ataque de hackers ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta eleição municipal é só uma dessas tentativas de desmoralizar a tecnologia da votação eletrônica. A defesa do voto impresso, uma bandeira de Jair Bolsonaro, é outra marmota. É uma medida que apenas ameaça o sigilo do voto e favorece aqueles políticos compradores de sufrágios ou que se valem das armas e das bíblias para escravizar o povo. Eles estão preocupados. A onda reacionária está perdendo força. Carluxo teve cerca de 34% de votos a menos para vereador do Ri