19 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Delegado da PF que investigou filho 04 de Bolsonaro é rebaixado

Mobilizador do Aliança para o Brasil confirmou o pagamento de R$ 9,5 mil para reformar o escritório usado por Jair Renan Bolsonaro

O delegado Hugo de Barros Correa, que foi superintendente da Polícia Federal no DF, passa a ser responsável pela implementação interna do plano de saúde.

Ele foi rebaixado do cargo depois de ficar à frente inquérito que investiga Jair Renan, o filho 04, e o das fake news.

A via de regra acaba sendo essa: agente da PF que investiga um aliado do presidente, especialmente um dos seus filhos, perde o posto de trabalho.

Leia mais: Bolsonaro já cogitou abortar filho caçula

Inquérito

Em depoimento à Polícia Federal, Luís Felipe Belmonte confirmou o pagamento de R$ 9,5 mil para reformar o escritório usado por Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro (PL). O empresário afirmou que a ajuda financeira foi dada a pedido do próprio “04” e de seu então sócio, o personal trainer Allan Lucena.

Belmonte ficou conhecido pela mobilização para criar o Aliança para o Brasil, partido pelo qual Bolsonaro tentaria a reeleição. No entanto, o projeto não conseguiu assinaturas suficientes para o registro da legenda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.