26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

‘Nossa Comunidade’ de JHC promete gerar renda e ampliar acesso à internet em áreas de vulnerabilidade

Projeto também contempla pequenas reformas internas em casas localizadas nas grotas e comunidades

Em Maceió, 96 mil pessoas vivem em domicílios que não possuem condições básicas de moradia, como acesso à saneamento básico. Deste total, mais da metade estão nas grotas, encostas e até às margens da Lagoa Mundaú.

JHC vai levar a verdadeira dignidade para esta parcela da população por meio do Programa “Nossa Comunidade”, promovendo cidadania em locais esquecidos pelas gestões anteriores.

“Caminhamos nas comunidades de Maceió e discutimos com as lideranças e a população para construir o programa. Uma das principais ações é promover pequenas reformas internas em casas situadas nos locais de maior vulnerabilidade social. Esse tipo de obra quase nunca está acessível para as famílias, o orçamento é curto. Queremos mudar essa realidade, melhorando a qualidade de vida das pessoas”. JHC.

Em 2019, JHC foi um dos idealizadores e presidente da Frente Digital, contemplando deputados federais e senadores. Um passo importante na defesa pela democratização do acesso à internet, que é elemento essencial na vida de todo mundo. Essa é uma das bandeiras do candidato, que vai implantar rede wi-fi com acesso à internet nas grotas e comunidades em grotas e comunidades.

“As comunidade são uma parte importante da cidade, não apenas a orla ou bairros mais elitizados, precisamos estar atentos a todos. Vou ser o prefeito de Maceió e dos maceioenses, sem distinção. A internet, por exemplo, se tornou um um item indispensável na vida de todos, é uma questão de cidadania, de acesso à informação e serviços providos pelo Estado, então é fundamental ampliar o alcance”. JHC.

O Programa Nossa Comunidade também contempla um projeto específico de geração de renda para a população que mora nas grotas e outras áreas de vulnerabilidade social. Além disso, inclui a promoção de ações que valorizem a cultura e artes locais, elevando a autoestima e o sentimento de pertencimento dessas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.