29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Veja aqui uma lista de exemplos da “falta de visão de futuro” do governo Bolsonaro

Ministros incompetentes, destruição do meio ambiente, apoio cego a Trump, ataques à contenção da pandemia, falso uso da bíblia… Quem dá mais?

O presidente Jair Bolsonaro sobrevoou de helicóptero algumas casas soterradas em municípios de São Paulo. As construções, com famílias dentro, não resistiram à fortes chuvas que castigaram o estado durante todo o final de semana.

E o presidente resolveu dizer que quem construiu e morava ali “não tinha visão de futuro“.

Sua fala, de total ausência de empatia ou noção social, não deveria pegar ninguém de surpresa. Jair está adentrando no quarto ano de seu governo e ele já fez e falou muita coisa pior.

Mas ali, naquele momento, com cidadãos ainda soterrados…

Bolsonaro, que entende de milícia, deveria saber que as construções irregulares têm o dedo de grileiros (uma ação que, muito provavelmente, levou à execução de Marielle Franco) e também da diferença de classes sociais no Brasil.

Leia mais: Próxima morte a ser comemorada é a do bolsonarismo

O povo precisa ter onde morar. E se não encontrar oportunidade, que seja num morro. Ou isso, ou não tem casa.

No Governo Bolsonaro, assim como com o Bolsa Família, chegou-se ao fim do Minha Casa, Minha Vida, programa de habitação fundada no Governo do PT. Em seu lugar, entrou o Casa Verde Amarela, que entrou nesse ano com 45% menos verbas.

O problema de habitação e zoneamento no Brasil é realmente um problema histórico, que não recebe atenção necessária de muitos governos. Só que Jair resolveu piorar a situação – isso porque ele resolveu ir até o local para fazer campanha política, ao contrário de na Bahia, que teve a audácia de ser castigadas por enchentes justamente durante suas férias, que não foram interrompidas.

E da mesma forma que o Governo Bolsonaro negou verba para piscinões na Grande São Paulo, que poderiam aliviar na consequência de chuvas, faltou visão de futuro para Jair e sua equipe em diminuir o acesso de habitação para população mais carente.

Estes, aliás, não são os únicos exemplos de falta de visão de futuro ou da mais completa burrice do presidente e sua equipe.

No passado, ele já declarou apoio a Lula, era fã de Hugo Chávez, atrelava comunismo ao militarismo, e, pior, planejou atentados terroristas, segundo um relatório do Exército, que o acusou também de ser corno e muambeiro.

Leia mais: Relatório do Exército acusou Bolsonaro de ser ‘corno, muambeiro’ e planejar atentado terrorista

Mas como político há mais de três décadas, apontar todos os erros dele, demoraria muito. Vamos nos limitar às besteiras dele como presidente – o que já é muito.

Confira alguns exemplos da falta de visão de futuro do presidente e seu governo:

  • Apontar e nomear ministros incompetentes, alguns com falas criminosas e que em suas ações prejudicaram diretamente as pastas;
  • Retirar direitos trabalhistas, defender informalidade e diminuir a renda da família brasileira;
  • Bater de frente com fantasmas do passado e tentar transformar em realidade uma briga contra o “retorno do comunismo”;
  • Deitar no colo de Trump, presidente “questionável” e de mandato único, minando a boa relação diplomática que o país tinha com a maioria dos países;
  • Transformar a identidade brasileira para a de um país fundamentalista, agora aliado a ditaduras e extremistas, com pautas focadas em religião;
  • Apoiar e abraçar neonazistas;
  • Não intervir (na verdade endossar) queima e destruição da Amazônia e Pantanal, achando que não haverá nenhuma consequência climática no Brasil
  • Não aproveitar a visão privilegia do Brasil, como referência de vacinação mundial e último a receber ondas da Covid, e minar ações contra a pandemia;
  • Defender até hoje cloroquina, até hoje minimizar a Covid-19, ate hoje falar em mimimi, até hoje criticar máscaras, até hoje duvidar das vacinas;
  • Deitar de quatro com o centrão, se tornar refém dos políticos sedentos por dinheiro e gastar uma fortuna para esses parlamentares não o tirarem da presidência;
  • Não comer camarão sem mastigar, ser internado, chorar achando que vai morrer e gastar uma fortuna com frete para médico particular, ao mesmo tempo que rejeita ajuda internacional em enchentes na Bahia por ser “caro”;
  • Inflamar uma ideia de guerra civil na população, atacando instituições que não estão com ele. E com isso achar que sua presidência vai durar mais de 4 anos e que, a menos não fuja do país, será preso pelos crimes cometidos antes, durante e depois de assumir o Executivo nacional;
  • Usar a bíblia para dizer que é bastião da verdade, apenas agir de forma mentirosa e achar que não será cobrado por isso;
  • Se lambuzar de farofa achando que essa ação idiota ia colar, como das outras vezes fez com o kit gay ou pão com leite condensado.

O homem é realmente um inútil.

O Brasil vai demorar muito a se recuperar. Você acha que tem mais algum exemplo de falta de visão de futuro do presidente Jair e de seu governo?

Ou, quem sabe, tem gado para tudo, ainda assim defende este governo de gasolina a 8 reais e preços impossíveis no supermercado?