23 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade

Dia: 30 de maio de 2021

Morre em Maceió a médica e ex-vereadora Terezinha Ramires

Morre em Maceió a médica e ex-vereadora Terezinha Ramires

Personalidades
Morreu neste domingo, aos 90 anos, a médica e ex-vereadora de Maceió, Terezinha Ramires. A informação é do médico e filho dela Delane Tadeu Ramires, que fez o comunicado nas redes sociais. Filha de comerciantes, Terezinha Ramires iniciou a faculdade de medicina em 1951, na Universidade Federal de Alagoas, era aluna da primeira turma de médicos, tendo participado do Diretório Acadêmico e da diretoria da União Nacional dos Estudantes (UNE),[1] onde ocupou a vice-presidência. Especializada em pediatria, foi responsável pela criação do Departamento de Pediatria na Sociedade de Medicina de Alagoas e por duas vezes ocupou a vice-presidência da entidade. Fundou o primeiro pronto-socorro infantil de Maceió e também a primeira clínica particular especialmente para crianças. Além disso, le
A Herança, da alagoana Ingrid Soares, é a novidade da literatura no mercado brasileiro

A Herança, da alagoana Ingrid Soares, é a novidade da literatura no mercado brasileiro

Alagoas, Cultura
Bacharela em Direito pela FRM (Faculdade Raimundo Marinho) e formada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Alagoas, a alagoana Ingrid Soares se lança no mercado do livro como uma escritora revelação. Seu livro, A Herança, será lançado ainda neste semestre e traz uma narrativa que envolve a corrida pelo ouro em Alagoas e uma retumbante história de amor. O livro lançado pela Editora Olyver fala de  quase dois séculos a busca do “ouro” chega ao seu auge dentre muitas surpresas, mistérios, suspense, segredos, traições, assassinatos, comédia e o romance entre Letícia e Bruno. A Herança é uma estória fictícia que acontece a partir da abolição dos escravos, mais precisamente nos meados de 1900, até os dias atuais e conta a estória da saga de uma família aba
Mourão quer punição do Exército para Pazuello ‘antes que a anarquia se instaure’ nas Forças Armadas’

Mourão quer punição do Exército para Pazuello ‘antes que a anarquia se instaure’ nas Forças Armadas’

Brasil
Na contramão das vozes do Palácio do Planalto, principalmente de Jair Bolsonaro, o vive-presidente da República, general Hamilton Mourão, disse que as Forças Armadas precisam punir o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello "antes que a anarquia se instaure" na instituição. Mourão não esconde o incômodo com a participação do ex-ministro no ato político realizado por Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro, com direito a discurso para a galera de apoiadores. Para o vice-presidente, o Exército precisa dar uma resposta para não banalizar a participação de integrantes das Forças Armadas em outros atos políticos. Ele destaca que “assim como tem gente que é simpática ao governo, tem gente que não é. Então, cada um tem que permanecer dentro da linha que as Forças Armadas têm que adot
Ministro Barroso diz que já passou o tempo de golpes e quarteladas

Ministro Barroso diz que já passou o tempo de golpes e quarteladas

Brasil
O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Luís Roberto Barroso, disse que não há lugar na democracia brasileira para a “não aceitação dos resultados legítimos das urnas”. Em entrevista ao jornal O Globo publicada neste domingo (30.mai.2021), o ministro defendeu o sistema eletrônico de votação. Disse que já “passou o tempo de golpes, quarteladas, quebras da legalidade constitucional. Ganhou, leva. Perdeu, vai embora”. O ministro citou o exemplo do ex-presidente norte-americano Donald Trump, que “esperneou muito, mas está na Flórida, não em Washington”. O republicano, depois de perder as eleições nos Estados Unidos para Joe Biden, entrou com diversos recursos na Justiça argumentando que o pleito foi fraudado. A confiabilidade da urna eletrônica foi já posta