29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Bolsonaro assina decreto para distribuição de absorventes igual ao que vetou em 2021

Em ano eleitoral, Jair aproveitou Dia Internacional das Mulheres para lançamento do que já chamou de ‘Auxílio Modess’, ao lado da esposa Michelle

Neste Dia Internacional das Mulheres (8), o presidente Jair Bolsonaro (PL) aproveitou a data para assinar um decreto que prevê distribuição gratuita de absorventes e itens de higiene menstrual a mulheres carentes.

O texto, curiosamente, é o mesmo de um projeto de lei vetado pelo presidente, meses atrás. Como ameaça, caso seu veto fosse derrubado, Jair disse em outubro do ano passado que tiraria verbos da Educação e Saúde para viabilizar o que ele chamou de ‘Auxílio Modess’

Leia mais: Bolsonaro critica ‘ Auxílio Modess’ e diz ser machão que chora no banheiro

Agora, atrás do ex-presidente Lula nas pesquisas de intenção de voto e precisando de apoio do eleitorado feminino, ele assina uma nova norma é semelhante ao artigo 1º do projeto de Proteção e Promoção de Saúde Menstrual, que previa a distribuição gratuita dos produtos de higiene.

E de olho nesse eleitorado feminino, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, estava lá ao seu lado durante assinatura da medida. Além dela, estavam a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e a ministra-chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, além de outros ministros.

Segundo dados oferecidos pelo governo, cerca de 3,6 milhões de mulheres em estado de vulnerabilidade social deverão ser beneficiadas com a distribuição gratuita dos itens.

Ao falar na cerimônia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que os R$ 130 milhões previstos para o programa deverão sair do orçamento da Secretaria de Atenção Primária, vinculada à sua pasta.