24 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Acesso ao aeroporto é bloqueado em protesto contra visita de Bolsonaro a Maceió

Presidente marcou de entregar conjuntos do Minha Casa Minha Vida e inaugurar viaduto da PRF, obra do governo Renan Filho com recursos de Dilma e Temer

Uma mobilização, como forma de repúdio à visita do presidente Jair Bolsonaro a Maceió e interior de Alagoas, bloqueou as proximidades do Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Rio Largo.

Fotos: Ésio Melo

Pneus foram queimados e manifestantes com cartazes, bandeiras e gritos de protesto impediram a passagem nas duas vias às 6h30.

A Polícia Militar (PM) foi acionada à ocorrência e para realizar um diálogo. E com a chegada do Bope, por volta das 07:50 a saída foi liberada. A entrada, no entanto, segue bloqueada.

Participam do protesto a União Popular (UP), Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Movimento de Luta nos Bairros (MLB) e Frente Nacional de Lutas (FNL).

Chegada

Como esperado, o presidente Jair Bolsonaro provocou aglomerações em sua recepção em Maceió, ao desembarcar na manhã desta quinta (13) no Aeroporto Zumbi dos Palmares.

Sem máscara, o presidente fez questão de tentar se aproximar ao maior número possível de apoiadores. E saindo de lá, tem uma agenda de compromissos em Alagoas.

 

Agenda do presidente

O presidente Jair Bolsonaro chega a Alagoas nesta quinta-feira (13). E sua agenda confirmou os eventos que estará presente, seja na capital Maceió ou o interior do Estado.

Às 10h, em Maceió, ao lado do prefeito de Maceió, JHC, será realizada a entrega de 500 habitacionais do Residencial Oiticica I, no Benedito Bentes.

No habitacional foram investidos R$ 40 milhões, orçamento conquistado graças ao residenciais do Minha Casa Minha Vida. Serão abrigadas 500 famílias, aproximadamente 2 mil pessoas que antes moravam em áreas de risco da capital.

Às 11h30, o presidente deve inaugura o Viaduto da Polícia Rodoviária Federal em Maceió. Com ele estará o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas e do diretor-geral do DNIT, general Santos Filho.

Não deve estar presente o governador do estado, Renan Filho. A obra teve investimentos na ordem de R$ 77,4 milhões, conquistados após interferências do senador Renan Filho, nos governos Dilma e Temer.

Por fim, às 14h, será inaugurado o Trecho IV do Canal do Sertão Alagoano. A obra, com extensão de 30,47 quilômetros, deve beneficiar mais de 113 mil moradores e pequenos produtores rurais da região.

Essa cerimônia deverá contar também com a participação do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Para receber o presidente, seus apoiadores em Alagoas já confirmaram nas redes sociais caravanas e uma “recepção calorosa” à comitiva presidencial, já no desembarque.

O presidente e sua comitiva devem desembarcar no Aeroporto Zumbi dos Palmares às 8h30. O retorno do presidente para Brasília está previsto para ocorrer ás 16h.

One Comment

Comments are closed.