4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Veleiro

Cabo Bebeto pede cancelamento da concessão da Veleiro

Cabo Bebeto pede cancelamento da concessão da Veleiro

Alagoas
Após o constante descaso e descumprimento de direitos trabalhistas relatados por funcionários e ex-funcionários das empresas Veleiro Transportes e Turismo Ltda e Auto Viação Veleiro, o deputado estadual Cabo Bebeto pediu, nesta terça-feira, 27, o cancelamento da concessão da empresa. No pronunciamento feito na sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), o parlamentar comentou que funcionários da empresa o procuraram para denunciar que têm enfrentado “uma via crucies em decorrência de sua demissão e, principalmente, pelo fato de sequer haverem recebido as guias para saque do seguro-desemprego, o que poderia amenizar seu sofrimento”. Questionando o funcionamento da Veleiro, mesmo diante dos descasos trabalhistas praticados contra seus funcionários, Cabo Bebeto afir
MPT pede liberação imediata de FGTS e seguro-desemprego de demitidos da Veleiro

MPT pede liberação imediata de FGTS e seguro-desemprego de demitidos da Veleiro

Justiça
O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Alagoas voltou a acionar a Justiça do Trabalho, na última sexta-feira (9), desta vez para pedir a liberação imediata do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do seguro-desemprego para cerca de 70 rodoviários demitidos por justa causa das empresas Auto Viação Veleiro e Veleiro Transportes e Turismo. O MPT afirma que esses trabalhadores têm direito a receber os respectivos benefícios porque as dispensas por justa causa foram realizadas de forma arbitrária, já que os trabalhadores foram demitidos em um único dia, sem justificativa. No pedido encaminhado às 10 Varas do Trabalho da capital, por meio de parecer nas ações individuais ajuizadas pelos trabalhadores dispensados, o MPT requer que seja determinada a liberação imediata de al
Cabo Bebeto compara reação ao ex-funcionários da Veleiro e familiares de detentos e critica Governo

Cabo Bebeto compara reação ao ex-funcionários da Veleiro e familiares de detentos e critica Governo

Alagoas
Durante a sessão plenária desta terça-feira, 29, o deputado Cabo Bebeto (PTC) usou a tribuna da Casa para criticar o tratamento diferenciado dado pelo Governo do Estado, no que diz respeito a protestos realizados em vias de grande movimento em Maceió. A fala do parlamentar teve como base a manifestação realizada pelos funcionários da empresa Veleiro, que na última sexta-feira (25), bloqueou a faixa azul parte da avenida Fernandes Lima, para reivindicar questões trabalhistas. Após negociação sem sucesso para desbloquear o trânsito, rodoviários e policiais militares do Bope (Batalhão Operações Policiais Especiais) entraram em confronto. Bombas de efeito moral foram usadas para dispersar os manifestantes. “O que me chamou a atenção, foi o Governo de Alagoas usar dois pesos e duas m
Lenilda Luna participa de manifestação e exige direitos dos trabalhadores demitidos da Veleiro

Lenilda Luna participa de manifestação e exige direitos dos trabalhadores demitidos da Veleiro

Maceió
A candidata à prefeitura de Maceió, Lenilda Luna, participou na manhã desta segunda-feira (28), de manifestação junto aos trabalhadores demitidos da Viação Veleiro e exigiu pagamento de direitos diante do Ministério Público do Trabalho. Em conversa com os trabalhadores, Lenilda lembrou que estar presente em atos como estes é uma obrigação das candidaturas populares. “Temos a obrigação de sermos uma tribuna, nossas candidaturas têm a obrigação de denunciar a situação de exploração e de sofrimento que o nosso povo está passando e esta questão dos trabalhadores da Veleiro é absurda porque eles estão reivindicando o mínimo, que é o pagamento de salários e ainda pelo menos que dê baixa na carteira, e nem isso”. Lenilda Luna, candidata à prefeitura de Maceió. Lenilda lembrou que a situa
Protesto contra Veleiro acaba com ônibus depredados e confronto com a PM

Protesto contra Veleiro acaba com ônibus depredados e confronto com a PM

Maceió
Terminou em confronto com a PM o protesto de ex-funcionários da empresa Veleiro, nesta sexta (25), na Avenida Fernandes Lima, em Maceió. Uma pessoa acabou sendo presa. Ao menos duas pessoas ficaram feridas, depois da chegada de militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que dispararam tiros de bala de borracha e bombas de efeito moral contra os manifestantes. O protesto acontecia nas proximidades do Cepa, em Maceió. A faixa azul foi bloqueada, nos dois sentidos, provocando um extenso corredor de coletivos parados na pista. Os passageiros não tiveram opção que não descer e continuar suas viagens a pé. Reivindicações O grupo alega que mais de 140 funcionários foram demitidos da empresa sem que seus direitos trabalhistas fossem cumpridos. Eles reivindicam,
Protesto de ex-funcionários da Veleiro bloqueia Avenida Fernandes Lima

Protesto de ex-funcionários da Veleiro bloqueia Avenida Fernandes Lima

Maceió
A sexta-feira (25) começou com trânsito lento na Avenida Fernandes Lima, em Maceió, por causa de um novo protesto de ex-funcionários da empresa Veleiro. Nas proximidades do Cepa, em Maceió, a faixa azul está bloqueada, nos dois sentidos, enquanto que duas faixas foram liberadas para o tráfego de veículos. Com isso, há um extenso corredor de coletivos parados na pista. Seus passageiros não tiveram opção que não descer e continuar suas viagens a pé. O grupo alega que mais de 140 funcionários foram demitidos da empresa sem que seus direitos trabalhistas fossem cumpridos. Eles reivindicam, assim como das outras vezes, o pagamento de salários, de verbas rescisórias e de outros encargos. A Polícia Militar  já acompanha a movimentação e Agentes da Superintendência Municipal de
Ex-funcionários da Veleiro interrompem novamente a Avenida Fernandes Lima

Ex-funcionários da Veleiro interrompem novamente a Avenida Fernandes Lima

Maceió
Pela segunda vez na semana, ex-funcionários da Veleiro realizam um protesto na na Avenida Fernandes Lima. Nesta quarta-feira (2), o ato aconteceu próximo a Casa da Indústria, com a pista sentido Tabuleiro/Centro sendo bloqueada parcialmente. Por volta das 7h30, os rodoviários fecharam parte da via e liberaram apenas a faixa da esquerda para a passagem de carros de pequeno porte e motocicletas. O trânsito está lento. Os ônibus seguem parados na faixa azul e os passageiros tiveram que descer do automóvel para seguir viagem. Não há previsão para o término da manifestação. As principais demandas dos protestantes são sobre os atrasos salariais que chegam a mais de quatro meses, e as demissões de mais de 140 funcionários. Estes ainda não receberam indenizações e outros direitos trab
Ex-funcionários da Veleiro interrompem Avenida Fernandes Lima em protesto

Ex-funcionários da Veleiro interrompem Avenida Fernandes Lima em protesto

Maceió
Ex-funcionários da Veleiro deixaram o trânsito lento no início da manhã desta segunda-feira (31), em um protesto que fechou a Avenida Fernandes Lima, uma das principais vias de Maceió. Nas nas proximidades do Cepa, eles reivindicam direitos trabalhistas que não foram cumpridos pela empresa. As principais demandas são sobre os atrasos salariais que chegam a mais de quatro meses, e as demissões de mais de 140 funcionários. Estes ainda não receberam indenizações e outros direitos trabalhistas. A faixa azul foi bloqueada e apenas um das demais foi liberada para o tráfego de veículos. Carros de pequeno porte e motocicletas seguiam viagem, mas ônibus eram impedidos de circular. Até mesmo pneus dos coletivos foram furados pelos protestantes. Os passageiros destes veículos precisaram
MPE/AL cobra saída da Veleiro e licitação com nova empresa para linha de ônibus em Rio Largo

MPE/AL cobra saída da Veleiro e licitação com nova empresa para linha de ônibus em Rio Largo

Justiça
O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) tem participado de reuniões que objetivam a melhor prestação de serviço aos usuários de transporte coletivo que precisam se locomover por meio da linha de ônibus que é de responsabilidade da empresa Veleiro. A instituição vem cobrando da Arsal a realização da licitação para que uma nova empresa passe a ser permissionária desse serviço, uma vez que a atual não tem conseguido atender, da forma correta, consumidores do município de Rio Largo. Além disso, a Veleiro também não tem respeitado os direitos trabalhistas dos seus colaboradores, o que vem gerando uma sequência de greves. Para o MPAL, a alternativa mais viável, neste momento, é a contratação, de forma emergencial, de outra empresa até que o processo licitatório seja realizado. Na última
Rodoviários da Veleiro atrasam saída e decidem por greve

Rodoviários da Veleiro atrasam saída e decidem por greve

Alagoas
Na manhã desta quinta-feira (30), os funcionários da empresa Veleiro atrasaram a saída dos ônibus da garagem, em Rio Largo, e realizaram uma assembleia. A concentração teve início às 4h da manhã. Diante da demora no pagamento de salários e outros direitos trabalhistas, os funcionários, muitos com faixas, decidiram pela greve a partir de segunda-feira (3). Os veículos foram liberados para o transporte depois das 7h30. Mas na próxima semana, a frota será reduzida para os 30% obrigado por lei. Hernandes José dos Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas (Sinttro), afirma que a empresa não está cumprindo com regras trabalhistas com os funcionários de Rio Largo. Entre outras denúncias, estão os atrasos no pagamento dos salários e pen