29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Inep

STJ: Divulgação do Sisu é liberada

STJ: Divulgação do Sisu é liberada

Justiça
O desembargador João Otávio Noronha, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), acatou hoje um recurso da AGU (Advocacia-Geral da União) e derrubou uma decisão que impedia a divulgação dos resultados do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). A liberação da lista de aprovados foi parar na Justiça após o MEC (Ministério da Educação) admitir ter divulgado parte das notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2019 com erros. Na semana passada, a Justiça Federal de São Paulo acatou um pedido da DPU (Defensoria Pública da União) e determinou a suspensão da divulgação dos resultados do Sisu até que o MEC e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) comprovassem "documentalmente" que o erro na correção das provas do Enem foi completamente reso
Enem, improbidade e fake news: Weintraub desponta como o pior ministro do Governo

Enem, improbidade e fake news: Weintraub desponta como o pior ministro do Governo

Política
Diante de diversas polêmicas envolvendo os ministros do Governo Jair Bolsonaro, desde suas polêmicas às acusações de corrupção, o ministro da Educação, Abraham Weintraub está conseguindo se destacar. Da pior forma possível, nesta semana ele vem conseguindo se destacar como o pior chefe de pasta. Usuário assíduo do Twitter, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, não deixou a rede social de lado em meio à crise envolvendo o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), uma das principais portas de entrada ao ensino superior no Brasil. Em uma de suas interações, atendeu ao pedido de um seguidor alinhado ao governo Jair Bolsonaro (sem partido) para recorrigir a prova do Enem de sua filha. E com isso, a Defensoria Pública da União enviou nesta segu
Divulgação do resultado do Sisu continua suspensa pela Justiça

Divulgação do resultado do Sisu continua suspensa pela Justiça

Brasil
A Justiça manteve a liminar que suspense o Sisu, que teve inscrições encerradas neste domingo à noite. Na prática, a medida significa que os resultados dos exames não poderão ser divulgados na terça-feira, como estava previsto no cronograma. A decisão foi tomada pela desembargadora Federal Therezinha Cazerta, presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. A desembargadora federal pediu transparência no Enem "O Poder Judiciário não é esteio para a solução dos problemas administrativos que o Poder Executivo enfrenta, mas garantidor de direitos, que exerce sua atribuição quando protege os indivíduos do arbítrio do Estado". Desembargadora Federal Therezinha Cazerta, em despacho contra organização do Enem. Ela ainda explicou que as razões que levaram a suspensão do Sisu na prime
MPF recebe queixas contra nota do Enem e governo teme processos

MPF recebe queixas contra nota do Enem e governo teme processos

Política
Com a insatisfação de estudantes com a correção das provas, a ameaça de uma onda de ações judiciais com questionamentos ao Enem 2019 preocupa a alta cúpula do MEC (Ministério da Educação). Apesar de correr para dar respostas sobre os erros, procuradorias federais, porém, têm recebido uma enxurrada de representações de participantes. Eles contestam a solução dada pelo governo e pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). Essa movimentação dos estudantes coloca o ministério comandado por Abraham Weintraub e o órgão responsável pela aplicação do Enem em alerta. Dezenas de estudantes de ao menos cinco estados acionaram o MPF (Ministério Público Federal) em busca de medidas em relação a supostos problemas com suas notas do Enem 2019. O governo diz que os
Prazo no Sisu é ampliado e Inep diz que pode penalizar gráfica por falhas no Enem

Prazo no Sisu é ampliado e Inep diz que pode penalizar gráfica por falhas no Enem

Brasil
O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou que pelo menos 80% das notas erradas dos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2019 afetados por problemas na correção da prova foram aumentadas após passarem por revisão dos gabaritos. O Inep é o órgão do MEC (Ministério da Educação) responsável pelo Enem. Seu presidente, Alexandre Lopes, afirmou ter havido "casos em que as notas aumentaram e casos em que as notas foram reduzidas". Segundo ele, 90% das notas relativas ao 1º dia do Enem identificadas como erradas foram aumentadas após a revisão correta. Ou seja, 10% dos participantes afetados no 1º dia haviam tido a nota aumentada e acabaram tendo a pontuação diminuída após a revisão do gabarito. Em relação ao 2º dia, 80%