20 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade

Marcelo Firmino

Marcelo Firmino é jornalista e publicitário com passagens em vários veículos de comunicação de Alagoas e do País. Foi presidente do Sindicato dos Jornalistas no Estado e Secretário de Comunicação da Prefeitura de Maceió. Nesse espaço reportará e analisará os fatos que influenciam na vida sociedade.

Eleitor que vender voto vai responder processo por corrupção eleitoral

Eleitor que vender voto vai responder processo por corrupção eleitoral

Blog, Marcelo Firmino, Política
Enquanto parte da sociedade brasileira mantém a ideia fixa nas idiotices palacianas, em Brasília, o parlamento segue ampliando sua estrada para a impunidade dos seus integrantes. E isso está mais claro no novo Código Eleitoral que está para ser votado na Câmara dos Deputados na próxima quinta-feira. No item compra de votos, o novo código propõe tipificar  o eleitor que vende o voto como corrupto. Assim, se o código for aprovado, quem for denunciado por ter vendido o voto para algum parlamentar será processado por crime eleitoral. Em outro item, a proposta atenua a situação de parlamentares e partidos flagrados no crime de "boca de urna" e transporte irregular de passageiros. A proposta em discussão pelos parlamentares descriminaliza o transporte irregular de eleitores da
Os idiotas querem feijão, mas a bestialidade humana alimenta os fanáticos

Os idiotas querem feijão, mas a bestialidade humana alimenta os fanáticos

Blog, Marcelo Firmino
Em menos de 1 ano o arroz e o feijão tiveram uma alta de 60%, de acordo com dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor INPC). Com 15 milhões de desempregados no País são poucos os que podem comprar feijão para colocar na mesa, no dia a dia. Pior ainda é saber que no Brasil há quase 20 milhões de pessoas passando fome, segundo dados do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, da pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan). E a extrema pobreza quase triplicou, passando de 4,5% da população para 12,8%, em 2021. Ou seja, a miséria bate à porta dos brasileiros em uma conjuntura de descontrole da economia. O Tsunami social que pegou o Brasil tem nome e escapar das consequências é que será o pr
Muito além da energia estão o desaforo e o mau caratismo: eis o problema

Muito além da energia estão o desaforo e o mau caratismo: eis o problema

Blog, Marcelo Firmino, Política
Primeiro disseram que precisavam fazer uma reforma da previdência para melhorar a vida das empresas e gerar mais emprego. Ninguém se tocou, mas hoje sabe que se ferrou. Depois eles disseram que para gerar milhões de emprego no País, teriam que fazer a reforma trabalhista. Fez-se. Veio então a precarização das relações de trabalho, acabaram com direitos dos empregados e o desemprego só aumentou. São quase 15 milhões de desempregados no País e a fome nas vidas de muitos. Mas,  acharam pouco e editaram uma Medida Provisória - MP 1045 - que reduz salários, acaba com o 13º e férias remuneradas e reduz ainda mais a proteção dos direitos trabalhistas. Tudo isso em nome da geração de empregos. No entanto, os postos de trabalho que surgiram foram Uber e I food. De repente, um
Ser ou não ser continua sendo o dilema de Renan Filho, hoje

Ser ou não ser continua sendo o dilema de Renan Filho, hoje

Blog, Marcelo Firmino
Ser ou não ser é a tormenta mais latente vivida nos dias atuais pelo governador Renan Filho. Ele quer ser, mas ainda é cedo para decidir. Enquanto isso, segue sonhando com uma vaga no Senado Federal em 2023. Mas, para isso precisa se candidatar a essa vaga e disputar as eleições de 2022. E aí, eis a questão. Deixando o governo em abril do próximo ano,  o substituto será o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor que, segundo os bastidores, tem ligações com o bloco do presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP). E vem o dilema: Como Victor trataria Renan Filho durante a campanha para o Senado? Como aliado ou um adversário de Lira? As questões estão na mesa e continuam sendo pontos de interrogação no palácio, que ainda vê outra história incômoda
No Brasil sem governança, Centrão pede e ganha mais 4 ministérios

No Brasil sem governança, Centrão pede e ganha mais 4 ministérios

Blog, Marcelo Firmino, Política
Na crise de governança sem precedentes na vida republicana, o Centrão assume o comando do País e está prestes a ocupar mais 4 ministérios. A informação foi veiculada pelo colunista de O Globo, Lauro Jardim. Segundo ele, ainda não há definição de quais novas pastas seriam entregues ao Centrão, que já comanda o Ministério da Saúde, Casa Civil, Comunicações e a Secretaria de Governo, esta última nas mãos Ciro Nogueira, o presidente do PP. Por isso mesmo, Jardim deixa claro que o bloco político de Ciro Nogueira e Arthur Lira assumiu de vez o controle das ações palacianas e já declarou que não deixa o governo tão cedo. O Centrão descobriu que é fácil tomar conta de tudo em um País praticamente desgovernado. Resta, portanto, tirar proveito da situação em meio ao caos estabelecido
Incapaz, Bolsonaro aposta na ruptura para posar de vítima

Incapaz, Bolsonaro aposta na ruptura para posar de vítima

Blog, Marcelo Firmino
Já revelado incapaz para conduzir os destinos do País, o presidente Jair Bolsonaro aposta todas as suas fichas no tensionamento com o Supremo Tribunal Federal (STF), para manter em alta a histérica atuação de seus apoiadores nas redes sociais. Tanto que não se incomodou em aprofundar a crise com o STF, quando pediu no Senado o impeachment do ministro Alexandre Moraes. O supremo, como era de se esperar, reagiu com nota oficial defendendo o ministro e disse não tolerar que um magistrado seja acusado por suas decisões, fora do processo recursal. O Brasil é hoje um País na berlinda, com sua democracia afrontada diariamente por mentes alopradas, mergulhado numa crise política, institucional e econômica, sem precedentes, e com um presidente da República que investe ainda mais no cao
Marcelo Victor já entra no clima de campanha para o governo em 2022

Marcelo Victor já entra no clima de campanha para o governo em 2022

Blog, Marcelo Firmino
O presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Victor, começa a correr trechos para fortalecer sua candidatura ao governo de Alagoas, em 2022. Apoio dos pares no parlamento estadual não é um problema, pelo contrário. Mas sabe que precisa convencer as bases de prefeitos e vereadores para se fortalecer. Victor deve assumir o governo em abril, em substituição ao governador Renan Filho (MDB), que se desincompatibilizará para ser candidato ao Senado. Ao próprio governador, ele já disse que pretende servir para que não haja retrocesso no desenvolvimento alagoano. O deputado tem andado em algumas regiões do Estado e já se percebe que ele não vai só como um membro do Poder Legislativo, mas como pretenso candidato ao governo. Tanto que profissionais de comunicação seguem atentos
Time que sonha com o acesso não vacila. O tempo pune e a bola também

Time que sonha com o acesso não vacila. O tempo pune e a bola também

Blog, Marcelo Firmino
Time que sonha com o acesso não vacila. Nem no planejamento e muito menos dentro de campo. O foco é a vitória, haja o que houver. Quando isso acontece a bola pune e o tempo também. É bem verdade que estamos lidando com homens e suas limitações, mas ainda assim profissionais treinados e preparados para irem além dos seus limites numa competição. Mas, o CRB nesta quarta-feira, 18, contra o Operário, em jogo dentro de casa pela série B do campeonato brasileiro, simplesmente vacilou. Não há outro termo e nem porque tergiversar. A irresponsabilidade do número 7, Pablo Diego, (expulso pela repetição de uma mesma atitude )  a escalação do meio campo e de um centroavante que ainda não disse para que veio, foram fatores preponderantes no empate de 0 a 0, com o triste sabor de der
Reforma eleitoral da Câmara discrimina negros, mulheres e brancos ficam com todo dinheiro

Reforma eleitoral da Câmara discrimina negros, mulheres e brancos ficam com todo dinheiro

Blog, Marcelo Firmino, Política
Na reforma eleitoral aprovada nesta terça-feira, 18, pela Câmara dos Deputados, com a maioria dos votos dos parlamentares do Centrão, há duas situações que chamam a atenção pela imposição do preconceito e da discriminação contra candidatos negros e mulheres. Principalmente, em relação aos recursos do Fundo Partidário, já aprovados no valor de R$ 5,7 bilhões e, até então, não vetado pelo Presidente Jair Bolsonaro. A Câmara aprovou a PEC da reforma eleitoral já em segunda votação, para vigorar a partir das eleições do ano que vem. Mas, só valerá se o Senado ratificar a decisão dos deputados. A excrescência da reforma excludente dos parlamentares brancos e aliados do governo impõe essas duas questões: Fim de reserva para negros Como é atualmente: Prevê destinação de vagas e div
Espanta a “preguiça” Ricardo, o jornalismo te espera

Espanta a “preguiça” Ricardo, o jornalismo te espera

Blog, Marcelo Firmino
Ao anunciar sua saída do Pajuçara Sistema de Comunicação (PSCOM), o jornalista Ricardo Mota, decano da imprensa alagoana, e com certeza um dos mais competentes profissionais de imprensa do País, surpreende a todos justamente pela falta que vai fazer ao jornalismo diário. Quando ele anunciou seu desligamento da empresa, logo às redes sociais passaram a tratar do assunto. A maioria das manifestações foram solidárias. Em "Uma despedida", último texto para o TNH1, o jornalista agradece a convivência da "longuíssima jornada" com os internautas e os companheiros de trabalho: -Aos tantos colegas dessas décadas trabalhadas e compartilhadas, os que se foram e os que ainda estão, o meu abraço carinhoso e cheio de saudade. Fui companheiro de trabalho e de lutas profissionais de Ricard