15 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade

Pequeno Polegar

Pequeno Polegar é um jovem jornalista que se acha “radical chic”, disposto a acompanhar nesse blog os fatos pitorescos do cotidiano, falando de personagens e de personalidades que costumam pisar na bola pelo meio mundo. Mas, com toda consideração.

Um sonho de justiça, regado a um Pinot Noir

Blog, Pequeno Polegar
Considerado é um sujeito sem noção e muitas vezes tem dificuldades para entender algumas coisas do cotidiano. Sobretudo dos animais políticos. Outro dia ele ouviu uma história e ficou sem saber o que dizer. É o seguinte: Um respeitável magistrado alagoano, bom conhecedor de vinho, acordou sorridente uma manhã dessas depois de um belo sonho. Sonhou com a duplicidade do auxílio moradia da Justiça brasileira. E tentaram explicar ao Considerado:  No sonho, nosso causídico fora informado que havia sido autorizado o  pagamento em dobro do famigerado auxílio para quem, não por acaso, estivesse reformando a casa. Depois de despertar, mas ainda no benefício da dúvida, o magistrado foi em Luiz Jardim e comprou farto material de pintura. E logo mandou avisar a sua trupe de um conhecido botequi

“Ôio de Kombi” quer um canal de Arapiraca a Murici

Blog, Pequeno Polegar
Com um visão ampliada da política alagoana, Ôio de Kombi”, amigo de fé do Considerado, já anteviu problemas no governo de Calheiros Filho. É verdade. Em uma macro olhada no conjunto da obra, até então, ele percebeu que a Secretaria de Educação Estadual mantém a sua sina de continuar sendo uma ilha na esfera de governo. E pra que haja produção e produtividade nessa seara ele acha que Filho terá que fazer um canal de irrigação de Arapiraca a Murici. Se não for assim, Considerado, não tem jeito não. A ilha não vinga. Parece até que botaram mal olhado.

Fala aí Considerado: Prefeito quer gastar R$ 600 milhões?

Blog, Pequeno Polegar
  Eita Considerado, no próximo ano teremos eleições municipais – prefeito e vereadores vão às urnas. E não é que o nosso prefeito de Maceió– aquele que era o “cara bom” -  já está correndo atrás de R$ 600 milhões. Olha a notícia correu por aí. E olha que dizem que a Prefeitura está quebrada. Sei não. Mas, o que será que dizem nossos pacatos vereadores? Bem Considerado, os nossos vereadores não querem nem  saber quem vai pagar o pato. Afinal, em campanha, despesas é o que não faltam. "Homi" e com essa grana toda ten nais político animado do que pinto ciscando no lixo. Afinal, quem é que não quer dinheiro para ganhar a eleição  hein??? Fala aí Considerado.