21 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Teich

Cloroquina causará mais mortes, afirma Mandetta

Cloroquina causará mais mortes, afirma Mandetta

Brasil
Em entrevista à Folha, ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta é enfático e afirma que resultados iniciais de estudos que recebeu ainda no governo já indicavam riscos no uso de cloroquina para pacientes com quadro leve do novo coronavírus. Segundo os dados, este medicamento pode elevar a pressão por vagas em centros de terapia intensiva e provocar mortes em casa por arritmia. Ele diz ver na pressão de Bolsonaro pela cloroquina uma tentativa de estimular o retorno das pessoas ao trabalho. Mas apesar da ansiedade do presidente, Mandetta acredita que o país atravessou até o momento apenas 1/3 da crise e deverá ter pelo menos mais 12 semanas “duras” adiante. Confira os principais trechos: O sr. foi demitido no meio da pandemia. Seu sucessor não durou um mês no cargo. Qual d
Renan Filho sobre saída de Teich: “Cada dia perdido é uma derrota para o vírus”

Renan Filho sobre saída de Teich: “Cada dia perdido é uma derrota para o vírus”

Alagoas, Expresso
Mais um ministro da saúde fora. Como disse Cazuza: “o tempo não pára”. Cada dia perdido é uma derrota para o vírus. Independente de nome, o Brasil deve respeitar a vida, a ciência, as recomendações médicas e promover entendimento entre instituições para superar a pandemia. — Renan Filho (@RenanFilho_) May 15, 2020 O ministro da Saúde Nelson Teich não aguentou lidar com Jair Bolsonaro e pediu demissão nesta sexta-feira, 15. Ele disse ser "o dia mais triste da minha vida. Não vou manchar a minha história por causa da cloroquina”. Sua demissão foi criticada por diversos governeadores, inclusive Renan Filho.
Teich cancelou apresentação após medidas serem reprovadas por estados e municípios

Teich cancelou apresentação após medidas serem reprovadas por estados e municípios

Brasil
O ministro da Saúde, Nelson Teich, cancelou a apresentação que faria, nesta quarta (13), de seu plano com diretrizes de isolamento social para estados e municípios devido ao novo coronavírus. A medida ocorreu depois que o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) reprovaram o estudo. O cancelamento aconteceu dez minutos antes da hora marcada. Segundo nota, o Ministério da Saúde "aguarda a pactuação da estratégia de gestão de riscos junto a estados e municípios". Conselhos e o ministro já estavam se desentendendo desde segunda-feira sobre o plano. Segundo o Conass, uma medida sobre níveis de isolamento poderia provocar uma flexibilização do isolamento. E poderia passar uma mensagem dúbia à população.
Renan Filho garante que academias e salões seguem suspensos, apesar do decreto de Bolsonaro

Renan Filho garante que academias e salões seguem suspensos, apesar do decreto de Bolsonaro

Alagoas, Expresso
As atividades de academias, clubes, centros de ginástica e similares, além de salões de beleza e barbearias, seguem suspensas em todo Estado até o dia 20 de maio. — Renan Filho (@RenanFilho_) May 12, 2020 A inclusão pelo presidente Jair Bolsonaro de academias de ginástica, salões de beleza e barbearias na lista de atividades essenciais durante a pandemia de coronavírus gerou uma reação negativa em diversos governadores do país. E o governador de Alagoas, Renan Filho, foi ds que garantiu que a mensagem presidencial não será acatada. Até mesmo o ministro da Saúde, Nelson Teich, foi pego de surpresa. Apesar do decreto de Bolsonaro, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no dia 15 de abril, que ao governo federal cabe coordenar as diretrizes de isolamento a serem seguidas em
Bolsonaro inclui salões e academias como essenciais e pega Teich de surpresa

Bolsonaro inclui salões e academias como essenciais e pega Teich de surpresa

Política
O ministro da Saúde, Nelson Teich, foi pego de surpresa durante coletiva de imprensa ao ser questionado sobre o novo decreto presidencial. É que por meio de uma edição extra do Diário Oficial da União, publicado no final da tarde desta segunda-feira, 11, o presidente Jair Bolsonaro, sem ao menos comunicar oficialmente, atualizou a lista de serviços essenciais acrescentando atividades de salões de beleza, barbearias e academias de esportes. Confira o vídeo: Teich e sua equipe entraram numa "saia justa" na coletiva. "Isso aí saiu hoje?", pergunta o ministro. "Não passou [respondendo aos jornalistas que o ministério não foi consultado]. Não é atribuição nossa. É decisão do presidente. A decisão de atividades essenciais é uma coisa a ser definida pelo Ministério da Economia. ", responde
Ministério da Saúde registra quase 400 mortes em 24h: São 11.519 mortes e 168.331 casos

Ministério da Saúde registra quase 400 mortes em 24h: São 11.519 mortes e 168.331 casos

Brasil, Expresso
Segundo o Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas, foram registrados 396 óbitos. Sendo assim, nesta segunda (11), a quantidade de mortes pelo novo coronavírus no Brasil subiu para 11.519 . O país contabilizou 168.331 casos confirmados de covid-19. De ontem para hoje, foram 5.632 novos diagnósticos. A taxa de letalidade é de 6,8%. Já a taxa de mortalidade, calculada a cada 100 mil habitantes, é de 5,5. Plano de Gestão de Risco Serão avaliados quatro eixos nas cidades e estados: a capacidade instalada de tratamento, o nível epidemiológico, a velocidade de crescimento e as condições de mobilidade urbana. Na capacidade instalada, estarão aspectos como quantidade e taxa de ocupação de leitos. Os detalhes sobre os eixos não foram divulgados. Cada grupo possui indicadores que geram uma
Twitter começa fritura de Teich e Bolsonaro já cogita Osmar Terra no lugar

Twitter começa fritura de Teich e Bolsonaro já cogita Osmar Terra no lugar

Política
Nesta segunda (11), na rede social Twitter, a hashtag #TeichLiberaCloroquina se tornou tendência. Com uma provável ajuda do chamado Gabinete do Ódio, o comitê que coordena as ações em favor do Governo Bolsonaro nas redes sociais, o medicamento defendido pelo presidente voltou à tona. Antes de tudo, Luiz Henrique Mandetta saiu do Ministério da Saúde por não seguir as ordens de Bolsonaro, que é contra o distanciamento social. E Nelson Teich, seu substituto, já mostrou sinais de que defenderá o óbvio (as recomendações da OMS), após conversas com secretários de Saúde de todo Brasil. Isso indica que ele também perder o cargo. Segundo o Antagonista, o grande candidato é Osmar Terra, ex-ministro da Cidadania, um médico que também é ativamente contra o distanciamento social como medidas
Teich finalmente se reúne com secretários de Saúde dos Estados, que pressionam por isolamento

Teich finalmente se reúne com secretários de Saúde dos Estados, que pressionam por isolamento

Brasil
Nelson Teich, desde sua posse como ministro da Saúde, ainda não havia se reunido com os 27 secretários estaduais do setor para tratar da pandemia de covid-19. Demorou 18 dias para isso acontecer. E nesta terça (5), por videoconferência, os secretários o pressionaram sobre a demora na tomada de decisões e arrancaram dele compromissos que contrariam o presidente Jair Bolsonaro. Antes, como Luiz Henrique Mandetta (DEM), antigo ministro, as conversas eram diárias. E isso gerava reclamações entre os secretários, que na primeira oportunidade, não pouparam cobranças: os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) chegam em quantidade muito pequena a estados e municípios; o ministério habilita poucos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva); a oferta de testes é pequena;
Teich admite possibilidade de lockdown em cidades do Brasil

Teich admite possibilidade de lockdown em cidades do Brasil

Brasil
O ministro da Saúde, Nelson Teich, finalmente admitiu nesta quarta-feira (6) que o governo federal deve recomendar o lockdown forma de confinamento radical, para cidades que estejam enfrentando uma transmissão mais grave do coronavírus e afirmou que o plano do ministério para o isolamento social trará diretrizes regionalizadas. “O importante é colocar que quando a gente fala em isolamento e distanciamento existem vários níveis. Vai ter sempre medidas simples até o lockdown. O que é importante é que cada lugar vai ter sua necessidade". Nelson Teich, ministro da Saúde, durante coletiva de imprensa. A coletiva aconteceu pouco antes do ministério anunciar que o Brasil bateu mais um recorde diário de de registro de óbitos por covid-19. Foram 615 em 24 horas e agora o pais já tem mais de 8
Lula e Teich discutem nas redes sociais: ‘parece nunca ter entrado em uma UBS’

Lula e Teich discutem nas redes sociais: ‘parece nunca ter entrado em uma UBS’

Expresso
O Ministro da Saúde não sabe nem colocar uma máscara... Imagine combater uma pandemia. pic.twitter.com/t7EARoJnsa — Guilherme Boulos (@GuilhermeBoulos) May 4, 2020 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual ministro da Saúde, Nelson Teich, discutiram nas redes sociais. Após cenas da visita do ministro em Manaus, Lula provocou Teich, dizendo que médico parecia "nunca ter entrado em uma Unidade Básica de Saúde" e esperava nem mesmo "precisar nunca tomar uma injeção com ele". Teich respondeu com seu currículo, provando anos de trabalho no SUS.. Como o senhor deve saber @LulaOficial , um dos pontos mais graves da Covid-19 é a propagação da desinformação. Iniciei minha carreira há 39 anos no SUS. Meu foco sempre foi a vida e a recuperação dos pacientes. Na #Covid-19, e