15 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Amazônia

Bolsonaro diz que defende a Amazônica e critica ONGs em novo vídeo da ONU

Bolsonaro diz que defende a Amazônica e critica ONGs em novo vídeo da ONU

Política, Vídeos
https://twitter.com/planalto/status/1311358676297543680 Em fala em evento da ONU (Organização das Nações Unidas), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ressaltou que a "exploração racional e sustentável" dos recursos naturais brasileiros é uma prioridade do governo federal e que o Brasil tem o direito soberano de utilizar essas riquezas em prol da sociedade, citando a Convenção sobre Diversidade Biológica. Ao mesmo tempo, afirmou que não se pode aceitar que informações "falsas e irresponsáveis" sejam usadas como pretexto para a imposição de regras internacionais "injustas" que desconsiderem conquistas ambientais alcançadas. Sem apresentar provas e sem citar nomes, o presidente também voltou a falar que ONGs (Organizações Não-Governamentais) podem estar atrás de crimes ambienta
Amazônia perdeu 1/4 de sua cobertura florestal nos últimos 18 anos

Amazônia perdeu 1/4 de sua cobertura florestal nos últimos 18 anos

Brasil
A Amazônia perdeu 269,8 mil km² de florestas nos últimos 18 anos. A área é maior do que o Reino Unido, representa quase um quarto da sua cobertura florestal e, segundo o IBGE, metade das alterações (50,2%) foi para transformar áreas em pastagem. Os dados fazem parte do estudo "Contas de Ecossistemas: Uso da Terra nos Biomas Brasileiros (2000-2018)", divulgado hoje pelo IBGE, que, pela primeira vez em sua história, mapeou os diferentes ecossistemas brasileiros para detalhar o estado em que estão e as mudanças que ocorreram desde o começo do século. No período analisado, a proporção de terras da Amazônia usadas para pasto cresceu 71%, passando de 248,8 mil km², em 2000, para 426,4 mil km² em 2018. Foi o bioma que mais registrou mudanças no uso da terra. A área para a agricultura ta
Desmatamento na Amazônia está próximo do ponto de ‘não retorno’

Desmatamento na Amazônia está próximo do ponto de ‘não retorno’

Brasil
A floresta Amazônica está muito próxima do ponto de “não retorno” se o desmatamento continuar, afirma o cientista Carlos Nobre, uma das maiores referências em estudos sobre aquecimento global do país. Ele afirma que a Amazônia pode estar perto de um ponto de inflexão se o desmatamento exceder 20% a 25%. Chegar a esse patamar, grande parte da floresta desaparecerá de forma irreversível. Hoje, o patamar está em 17%. As declarações ocorreram durante audiência pública convocada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), para discutir a gestão do Fundo Clima pelo governo federal. A reunião ocorre no âmbito de uma ação protocolada por partidos de oposição, que alegam omissão do presidente Jair Bolsonaro nas políticas públicas ambientais.
Documentário de Davos mostra Bolsonaro ansioso para explorar Amazônia com os EUA

Documentário de Davos mostra Bolsonaro ansioso para explorar Amazônia com os EUA

Política, Vídeos
O ex-vice presidente dos EUA, Al Gore, esteve na reunião de Davos e uma rápida conversa dele com o presidente Jair Bolsonaro, ao lado do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi flagrada por uma equipe que finaliza o evento que reuniu liderança de todo o mundo. E no trecho em que se apresenta como capitão do Exército, fazendo questão de dizer ser inimigo do fundador do Partido Verde, Alfredo Sirkis”, morto em um acidente de carro em junho deste ano, depois deste ser mencionado por Al Gore ao iniciar a conversa, Bolsonaro se mostra extremamente empolgado em compartilhar as riquezas da Amazônia com os EUA. À época do encontro em Davos, o mundo demonstrava preocupação com as queimadas e destruição da floresta. E Bolsonaro, provavelmente ignorante do fato de Al Gore ter
Quem diz o contrário, mente: A Amazônia continua queimando em 2020

Quem diz o contrário, mente: A Amazônia continua queimando em 2020

Brasil
original de Mauricio Savarese e Davdi Biller Um ano atrás, neste mês, a floresta ao redor da cidade de Novo Progresso explodiu em chamas. As primeiras grandes chamas na estação seca da Amazônia brasileira que no final das contas viu mais de 100.000 incêndios e gerou indignação global contra o governo incapacidade ou falta de vontade de proteger a floresta tropical. Este ano, o presidente Jair Bolsonaro prometeu controlar as queimadas, normalmente iniciadas por fazendeiros locais para limpar a terra para o gado ou para cultivar soja, uma das principais exportações do Brasil. Ele impôs uma proibição de quatro meses à maioria dos incêndios e enviou o exército para prevenir e combater os incêndios. Mas esta semana a fumaça voltou a ser tão densa em Novo Progresso que a polícia relatou q
Em live, Bolsonaro chama Europa de ‘seita ambiental’ e culpa indígenas e caboclos por desmatamento

Em live, Bolsonaro chama Europa de ‘seita ambiental’ e culpa indígenas e caboclos por desmatamento

Brasil, Vídeos
https://www.youtube.com/watch?v=4XMvWntct_w Em sua live semanal das quinta-feiras (16), o presidente Jair Bolsonaro, entre outros assuntos, falou da Amazônia. E atirou para todos os lados para jogar a culpa das das queimadas e áreas desmatadas. Claro, não atirou contra si mesmo nem seu governo. Na mesma transmissão, ele defendeu a permanência de Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. A culpa, claro, é de outros. Sobrou até para os índios. Segundo o presidente, "parte considerável" da destruição na Amazônia Legal é culpa de "indígenas e caboclos". Ele acredita que estes não poderão mais comer se abandonarem completamente estas práticas. "Uma parte considerável das pessoas que desmatam e tocam fogo é indígena, caboclo. No nosso decreto, se proibir esses caras de tacar fogo, se
Bolsonaro diz que o Brasil é um exemplo na preservação do meio ambiente

Bolsonaro diz que o Brasil é um exemplo na preservação do meio ambiente

Blog, Brasil, Marcelo Firmino
A mentira parece mesmo que se transformou em um instrumento de autoafirmação do presidente da República, Jair Bolsonaro. Não há uma fala sequer que ele faça que não haja uma inverdade. E o faz como se fosse normal. É como se mentisse e acreditasse piamente na mentira que conta. A mais recente foi dita para no evento de lançamento do Plano Safra 2020/21. Disse ele que o Brasil é o País que mais preserva o meio ambiente no mundo. “Nós somos um exemplo na questão ambiental”. Ou é sem noção em tudo que fala ou mesmo um cara de pau que não liga para nada. Ora, para segurar a devastação do meio ambiente na Amazônia, por exemplo, depois de muita cobrança de ambientalistas daqui e de fora, a justiça determinou que fosse montada uma operação do Exército na floresta, que está em v
Contra “indústria de demarcação”, Bolsonaro exclui governadores da Amazônia Legal

Contra “indústria de demarcação”, Bolsonaro exclui governadores da Amazônia Legal

Política
O presidente Jair Bolsonaro transferiu o Conselho Nacional da Amazônia Legal do Ministério do Meio Ambiente para a Vice-Presidência da República. A composição do conselho foi modificada por meio de um novo decreto, assinado hoje por Bolsonaro, substituindo o anterior, de 1995. Na nova composição, os governadores da Amazônia Legal foram excluídos do órgão de assessoramento. Na cerimônia, que contou com a presença do vice-presidente Hamilton Mourão e ministros, Bolsonaro disse que o Brasil deflagrou "uma indústria de demarcações" e que as atuais reservas de terras são "abusivas". "Essa nossa preocupação do governo com os índios fez com que fosse deflagrada uma indústria de demarcações de terras indígenas. Deixo bem claro que ninguém aqui é contra dar a devida proteção e terras aos
Bolsonaro: ‘Se puder, confino ambientalistas na Amazônia’

Bolsonaro: ‘Se puder, confino ambientalistas na Amazônia’

Política
Ao defender a regulamentação da mineração e exploração de energia em terras indígenas, nesta quarta (5), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que, se pudesse, "confinaria" os ambientalistas na Amazônia, já que "eles gostam tanto de meio ambiente". A declaração irônica ocorreu nesta tarde durante um evento de promoção dos 400 dias de governo, no Palácio do Planalto. Bolsonaro comentava o projeto de lei que ele assinou e o governo enviará ao Congresso a fim de criar "condições específicas para a pesquisa e lavra de recursos minerais, inclusive a lavra garimpeira e petróleo e gás, e geração de energia hidrelétrica em terras indígenas". "Grande passo. Depende do Parlamento. Esse pessoal do meio ambiente, né... Se um dia eu puder, confino-os na Amazônia. Eles gostam tant
Incêndios na Austrália fazem Lorenzoni ironizar presidente francês

Incêndios na Austrália fazem Lorenzoni ironizar presidente francês

Política
Guardando ressentimentos, o ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, usou as redes sociais nesta quarta-feira para criticar a postura do governo francês em relação aos incêndios na Austrália. Lamentando a perda de vidas por causa do fogo no maior país da Oceania, ele aproveitou para relembrar a polêmica com o presidente da França, Emmanuel Macron, que em agosto do ano classificou as queimadas na Amazônia como uma "crise internacional". Segundo o ministro da Casa Civil, "o silêncio de Macron e dos verdes europeus é a prova de que nunca se tratou de preservação ambiental, e sim de ideologia e mentiras" disse Lorenzoni. Ele, no entanto, não relatou que o ministério do Meio Ambiente recusou auxílios financeiros internacionais em uma incrível sabotagem, o diretor do Inpe foi d