26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: Mourão

Em entrevista, Mourão diz que o torturador Ustra era um “homem de honra”

Em entrevista, Mourão diz que o torturador Ustra era um “homem de honra”

Brasil, Vídeos
Em entrevista a imprensa alemã, vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, condenado por tortura, foi um homem de "honra" que respeitava os direitos humanos de seus subordinados": "O que posso dizer sobre o homem Carlos Alberto Brilhante Ustra, ele foi meu comandante no final dos anos 70 do século passado, e era um homem de honra e um homem que respeitava os direitos humanos de seus subordinados. Então, muitas das coisas que as pessoas falam dele, eu posso te contar, porque eu tinha uma amizade muito próxima com esse homem, isso não é verdade". General Mourão, vice-presidente ao Deutsche Welle. https://twitter.com/dw_brasil/status/1314307147681980417 Mourão disse que a tortura não é uma prática que o governo brasileiro concorda ou "simpatize"
Mourão quer agência militar no lugar do Inpe para imagens de satélite da Amazônia

Mourão quer agência militar no lugar do Inpe para imagens de satélite da Amazônia

Brasil
O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, defendeu nesta sexta (18) a criação de uma agência que concentre os sistemas de monitoramento por satélite da Amazônia, dando como exemplo o americano Escritório Nacional de Reconhecimento (NRO). Responsável pelo Conselho da Amazônia, órgão reativado pelo governo Jair Bolsonaro ano passado para dar uma resposta pública à crise das queimadas na região, Mourão tem travado uma disputa com os órgãos de fiscalização e monitoramento do próprio governo. Na semana passada, acusou o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) de divulgar dados de queimadas e desmatamento com o objetivo de prejudicar o governo, apesar de eles serem públicos. "Temos de melhorar o monitoramento e o alerta. O Prodes e o Deter do Inpe são bons sist
Mourão culpa auxílio emergencial pela alta do arroz, já racionado em mercados

Mourão culpa auxílio emergencial pela alta do arroz, já racionado em mercados

Economia
O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse hoje que a alta de alimentos da cesta básica como o arroz é provocada pelo dinheiro que o governo federal injetou na economia com programas sociais, sendo o principal deles atualmente o auxílio emergencial, com foco em trabalhadores informais. Segundo Mourão, a elevação dos preços ao consumidor "é uma questão da lei da oferta e da procura". "As pessoas estão se alimentando melhor e melhorando suas casas, essas são duas áreas onde está havendo bastante gasto". Hamilton Mourão, vice-presidente. O arroz disparou nos supermercados brasileiros, sobretudo nas últimas semanas. Um pacote de cinco quilos, normalmente vendido a cerca de R$ 15, chega a custar R$ 40. A alta do arroz já chega a 100% em 12 meses. E não há previsão de queda: prod
Quem diz o contrário, mente: A Amazônia continua queimando em 2020

Quem diz o contrário, mente: A Amazônia continua queimando em 2020

Brasil
original de Mauricio Savarese e Davdi Biller Um ano atrás, neste mês, a floresta ao redor da cidade de Novo Progresso explodiu em chamas. As primeiras grandes chamas na estação seca da Amazônia brasileira que no final das contas viu mais de 100.000 incêndios e gerou indignação global contra o governo incapacidade ou falta de vontade de proteger a floresta tropical. Este ano, o presidente Jair Bolsonaro prometeu controlar as queimadas, normalmente iniciadas por fazendeiros locais para limpar a terra para o gado ou para cultivar soja, uma das principais exportações do Brasil. Ele impôs uma proibição de quatro meses à maioria dos incêndios e enviou o exército para prevenir e combater os incêndios. Mas esta semana a fumaça voltou a ser tão densa em Novo Progresso que a polícia relatou q
Gilmar Mendes reafirma crítica aos militares na Saúde e Renan apoia o ministro do STF

Gilmar Mendes reafirma crítica aos militares na Saúde e Renan apoia o ministro do STF

Política
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, divulgou uma nota nesta terça-feira em que reafirma seu respeito às Forças Armadas, mas repete as críticas que fez ao envolvimento do Exército no atendimento à saúde em meio à epidemia de coronavírus. No texto, o ministro afirma que é preciso analisar com cuidado o papel que está sendo atribuído às instituições nesse momento e que em sua fala no sábado, durante live organizada pela revista IstoÉ, destacou que “as Forças Armadas estão, ainda que involuntariamente, sendo chamadas a cumprir missão avessa ao seu importante papel enquanto instituição permanente de Estado”. No sábado, o ministro afirmou que o Exército estava se associando a um genocídio ao assumir o Ministério da Saúde e a resposta do governo federal à epidemia de
Mourão justifica a esteira de R$ 44 mil comprada pelo governo: É de ‘excelente nível’

Mourão justifica a esteira de R$ 44 mil comprada pelo governo: É de ‘excelente nível’

Brasil
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta quarta-feira (27), que é de "excelente nível" a esteira ergométrica que o governo federal deve comprar por cerca de R$ 44 mil para equipar o Palácio do Jaburu. Ele defendeu-se de críticas que recebeu nas redes sociais pela compra. O general argumentou que a licitação segue as regras da administração pública e que ele e sua equipe contam apenas com um aparelho emprestado para se exercitarem. "Não dá para continuar com algo emprestado. Não é meu, é patrimônio público. É usado, além de por mim, pela equipe que trabalha lá. A gente tem de ter algo decente para poder manter capacidade física". Hamilton Mourão, vice-presidente. A Vice-Presidência abriu na segunda-feira (25), licitação para compra do aparelho. A esteira procura
Site de fake news perde mais de 900 anunciantes, mas governo mantem apoio do Banco do Brasil

Site de fake news perde mais de 900 anunciantes, mas governo mantem apoio do Banco do Brasil

Brasil
Em atividade há três dias no Twitter e com quase 140 mil seguidores, a conta "Sleeping Giants Brasil" conseguiu retirar dezenas de grandes anunciantes de um site alvo de processos judiciais por publicação de notícias falsas e da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) criada no Congresso para investigar o assunto. O "Jornal da Cidade Online", alvo da campanha na rede social, contou com 903 anunciantes em pouco mais de um ano por meio da plataforma de mídia programática do Google. Por causa disso, o site chegou a pedir ajuda à Secom do presidente e recebeu apoio do filho vereador, Carlos Bolsonaro (leia mais no final da matéria). Vale lembrar, em inquérito sigiloso conduzido pelo STF (Supremo Tribunal Federal), a PF identificou Carlos Bolsonaro como um dos articuladores do
Mourão na mosca: ‘Tá tudo sob controle, mas não sabemos de quem’

Mourão na mosca: ‘Tá tudo sob controle, mas não sabemos de quem’

Blog, Marcelo Firmino, Política
A esperteza do general Mourão em determinados momentos incomoda o Palácio do Planalto, principalmente diante do caminho atabalhoado do presidente Jair Bolsonaro. Mas, como disse o próprio Mourão: "Tá tudo sob controle, mas não sabemos de quem". O general fala com a propriedade de quem vive com intensidade nos corredores e gabinetes dos palácios refrigerados da capital Federal. Há que se perceber que ele está prenhe de razão. Não fosse assim, Bolsonaro não teria recuado do que disse anteontem (domingo,19,) no meio da galera que defendia a intervenção militar, o AI-5 e o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal. E lá fez um discurso empolgado, apesar da tosse seca. Não fosse assim, Bolsonaro ontem, segunda-feira,20, não teria chamado as lideranças do Centrão (
Contra “indústria de demarcação”, Bolsonaro exclui governadores da Amazônia Legal

Contra “indústria de demarcação”, Bolsonaro exclui governadores da Amazônia Legal

Política
O presidente Jair Bolsonaro transferiu o Conselho Nacional da Amazônia Legal do Ministério do Meio Ambiente para a Vice-Presidência da República. A composição do conselho foi modificada por meio de um novo decreto, assinado hoje por Bolsonaro, substituindo o anterior, de 1995. Na nova composição, os governadores da Amazônia Legal foram excluídos do órgão de assessoramento. Na cerimônia, que contou com a presença do vice-presidente Hamilton Mourão e ministros, Bolsonaro disse que o Brasil deflagrou "uma indústria de demarcações" e que as atuais reservas de terras são "abusivas". "Essa nossa preocupação do governo com os índios fez com que fosse deflagrada uma indústria de demarcações de terras indígenas. Deixo bem claro que ninguém aqui é contra dar a devida proteção e terras aos
Após adiamento, reinauguração estação brasileira na Antártica está marcada para hoje

Após adiamento, reinauguração estação brasileira na Antártica está marcada para hoje

Brasil
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, deve reinaugurar nesta quarta-feira (15) a Estação Comandante Ferraz, base de pesquisa do Brasil na Antártica. Prevista para ontem (14), às 17h, a cerimônia teve de ser adiada porque as condições climáticas impediram a chegada do vice-presidente e demais autoridades ao local. A reinauguração deve ocorrer às 17h. O novo prédio, na ilha Rei George, na Baía do Almirantado, foi erguido ao lado da atual base, que tem estrutura provisória. A Estação Comandante Ferraz foi criada em 1984, mas em 2012 sofreu um incêndio de grande proporções. Na ocasião, dois militares morreram e 70% das suas instalações foram perdidas. O governo federal investiu cerca de US$ 100 milhões na obra, e a unidade recebeu os equipamentos mais avançados do mundo